Pular para o conteúdo principal

O professor o mais nobre profissional e menos valorizado.


http://www.analiseagora.com/
O professor no Brasil forma todos os outros profissionais,mas é o menos valorizado.
Todos os outros profissionais também são nobres e dignos de exercerem suas magnificas profissões. Entretanto, o professor forma todas os demais profissionais de todas as áreas do conhecimento humano. Inclusive antes de um professor ser professor passou pelo crivo de muitos professores. Todos os profissionais e suas profissões são dignos de respeito e valorização em todos os sentidos. Contudo, entre todos os outros profissionais e suas profissões existe uma colossal desvalorização crescente em relação ao professor. Existe uma enorme diferença entre todos profissionais, o professor nunca foi e jamais será valorizado em nosso país. Talvez em outros países o professore seja respeitado e valorizado, mas aqui no Brasil, este é o profissional mais desprezível aos olhos dos governantes.

Preste bem atenção! Entra governo e sai governo, mas situação dos metres é fato real de decadência e excessivamente preocupante. Cada década em vez dos governos valorizarem este herói educador e construtor de uma sociedade pensante, eles os humilha.  Os governantes de todas as esferas procuram eliminar o profissional e sua profissão a conta gotas, através do cansaço, da sobrecarga de trabalho, da violência, do desrespeito, e da desvalorização, concede uma remuneração ínfima que faz chegar o ridículo. Faz levar muitos a abandonarem a carreira profissional enquanto cedo, para não adoecerem pelo excesso de pressão no trabalho e sem pagamento digno que venha recompensar ao seu esforço e suas energias gastas.   


http://www.analiseagora.com/
Observem  como os governadores brasileiros negociam com os professores.

Eles começam a eliminar os direitos que foram conquistados há muitos anos a base de muitas lutas. Tudo em nome da contenção de despesas, que é uma tremenda falácia para envolver a sociedade contra os professores. E desta forma estes governos vão tirando uma a uma, as conquistas históricas do magistério. Através dos projetos de leis fatídicas que mudam a favor do governo e prejudicam terrivelmente os educadores. E sendo assim, deixam os desprovidos de seus salários já medíocres, injustos e incapazes de promover também uma vida com qualidade equivalente à sua formação de educadores.

Pensem bem! Além dos trabalhadores em educação no Brasil, além de serem desrespeitados em seus direitos trabalhistas pelos governos municipais, estaduais e federais. Os educadores são desrespeitados em sala de aula pelos alunos onde já chegam a casos extremos. A violência nas escolas é um dos elementos atualmente presente e em expansão nas salas de aulas. Em muitos casos os próprios alunos ameaçam seus professores de todas as formas de violência que é uma coisa absurda.

Olhos abertos mostrando a viloencia policial ao mundo.

Existem muitos governadores que em vez de usarem o diálogo para negociar, utilizam rápida e covardemente a força policial para reprimir violentamente os docentes, que lutam pelas seus direitos e reajustes salariais. Em nosso país é comum policiais nas manifestações dos docentes, baterem covardemente nos professores, a mando dos seus chefes.  Somente por quer reivindicam melhores salários e condições de trabalhos dignas nas escolas. Há muitos exemplos destas situações repudiáveis. Geralmente isso acontece quando os mestres entram em greve como o último recurso legal e extremo para reivindicarem melhores salários. Entretanto, os governadores respondem com violência brutal.


http://www.analiseagora.com/
A educação nunca será bem vista pelos governos,pois existe o professor que ensina a pensar e ser cidadão correto.

Portanto, todos estes relatos mostram que o profissional que educa e forma todos os outros profissionais não é respeitado e nem valorizados em nosso país. É uma vergonha nacional. Mais uma vez estas atitudes somente vêm a comprovar que a educação nunca foi e nunca será valorizada no Brasil. Esta triste realidade vem desde os tempos coloniais e vem se aprofundando na atualidade de maneira desordenada pelos gestores do sistema educacional.   Pode analisar cuidadosamente a história e constatar que os governos brasileiros preferem sempre uma população que não pense! O professor ensina o aluno desde as séries iniciais até a universidade a pensar e ser cidadão que reivindica seus direitos.

Todavia, professor e educação para governos nunca será algo bom para eles, é algo que atrapalha suas administrações tortas. Professor que ensina aluno a pensar é considerado elemento pensante e perigoso para estes entes que estão no poder com outros objetivos contrários a sociedade. Todavia o professor nunca será visto com bons olhos para quem está no poder, se simplesmente dependesse deles eliminaria o Ministério da Educação e somente permaneceria com o Ministério do Trabalho.