É imprescindível planejar para não enfrentar problemas financeiros futuros.

http://www.analiseagora.com/
O primeiro dia do mês é para planejar o orçamento financeiro.
No primeiro dia de cada mês é imprescindível para todos restaurar e contrabalançar seu orçamento financeiro para evitar problemas futuros. Principalmente   em tempos de crise econômica nunca é exagero usar e abusar na prática   o verbo planejar. Isso demonstra prudência, para não ter problemas financeiros durante o ano.
Visto que praticamente as oscilações de preços de bens e serviços geralmente tem a tendência de serem majoradas exageradamente todos os meses.  Enquanto que os salários recebem correções zero.  Planejar tudo na ponta do lápis é necessário para manter o controle das contas e evitar dificuldades financeiros a curto prazo. 


Porém nada mais sensato do que parar algumas horas e pegar calculadora, caderno, lápis, caneta, borracha, régua ou se preferir, ligar o computador e usar as planilhas do Excel para quem domina bem este ótimo programa. Sem perder mais tempo começar a pensar e elaborar o planejamento financeiro particular e familiar. Fundamental deixar bem claro no orçamento econômico:  quanto recebe de renda fixa mensal, mas principalmente também deixar bem evidente quanto se poderá gastar nos próximos meses do ano. Pensar sempre em manter reservas para aquelas despesas imprevisíveis que ninguém está livre de uma hora para outra acontecer e poder utilizar deste fundo de reserva.

Mais uma vez deve se destacar a obrigatoriedade de   criar fundos de reservas financeiras, para solucionar eventuais surpresas.  Ora!  Ninguém nunca estará livre de imprevistos desagradáveis, todos eles de uma forma direta ou indiretamente consomem dinheiro, tenha ou não reserva como se diz tem que se dar um jeito para resolver a situação! Estes inesperados acontecimentos de todas as espécies geralmente surgem fora do previsto no orçamento mensal ou anual.  Todavia, se é um planejamento financeiro bem organizado, normalmente uma poupança sempre é criada visando estes eventos circunstanciais. Pois eles provocam grandes transtornos financeiros na vida de quem não se planeja permanentemente.


http://www.analiseagora.com/
Todos devem poupar para socorro nos imprevistos

Portanto, amigos o ano e os meses já estão em pleno andamento e as despesas e contas para pagar também. O salário está sendo corrompido pela inflação e parece que as coisas começam a fugir ao nosso controle. Agora quem faz seu planejamento financeiro pode sofrer impactos com a crise econômica, mas pode garantir não entrar numa interminável bola de neve. Contudo, aqueles que em plena crise econômica   não consegue fazer um simples planejamento financeiro pode sim arcar com sérios problemas e não ter mais controle do que se recebe em salários fixos, outros ganhos, para quitar rigorosamente suas despesas mensais e anuais. Nunca é exagero ter em mãos o controle de todas as despesas e principalmente ver se o salário que recebe mensal pode quitar com todas as dívidas. Fuja da tentação das financeiras, dos créditos facilitados, dos cartões de créditos todos eles são armadilhas perigosas em tempos de crise econômicas. Se tem alguma pendencia com lojas, bancos ou qual quer outa modalidade de financiamentos, devido ao desemprego ou descontrole do orçamento; procure negociar e quitar e nunca deixe nada atrasar para evitar uma conta impagável. Procure segurar seu emprego e não comprar nada além de suas condições financeiras o permite.