Pular para o conteúdo principal

É imprescindível planejar para não enfrentar problemas financeiros futuros.

http://www.analiseagora.com/
O primeiro dia do mês é para planejar o orçamento financeiro.

Nessa crise econômica é necessário planejar  quanto recebe e quanto  pode gastar. 

No primeiro dia de cada mês é imprescindível para todos restaurar e contrabalançar seu orçamento financeiro para evitar problemas futuros. Principalmente   em tempos de crise econômica nunca é exagero usar e abusar na prática   o verbo planejar. Isso demonstra prudência, para não ter problemas financeiros durante o ano.
Visto que praticamente as oscilações de preços de bens e serviços geralmente tem a tendência de serem majoradas exageradamente todos os meses.  Enquanto que os salários recebem correções zero.  Planejar tudo na ponta do lápis é necessário para manter o controle das contas e evitar dificuldades financeiros a curto prazo. 


Porém nada mais sensato do que parar algumas horas e pegar calculadora, caderno, lápis, caneta, borracha, régua ou se preferir, ligar o computador e usar as planilhas do Excel para quem domina bem este ótimo programa. Sem perder mais tempo começar a pensar e elaborar o planejamento financeiro particular e familiar. Fundamental deixar bem claro no orçamento econômico:  quanto recebe de renda fixa mensal, mas principalmente também deixar bem evidente quanto se poderá gastar nos próximos meses do ano. Pensar sempre em manter reservas para aquelas despesas imprevisíveis que ninguém está livre de uma hora para outra acontecer e poder utilizar deste fundo de reserva.

Controlar as despesas é vital para sobreviver nesta crise econômica brasileira.  

Mais uma vez deve se destacar a obrigatoriedade de   criar fundos de reservas financeiras, para solucionar eventuais surpresas.  Ora!  Ninguém nunca estará livre de imprevistos desagradáveis, todos eles de uma forma direta ou indiretamente consomem dinheiro, tenha ou não reserva como se diz tem que se dar um jeito para resolver a situação! Estes inesperados acontecimentos de todas as espécies geralmente surgem fora do previsto no orçamento mensal ou anual.  Todavia, se é um planejamento financeiro bem organizado, normalmente uma poupança sempre é criada visando estes eventos circunstanciais. Pois eles provocam grandes transtornos financeiros na vida de quem não se planeja permanentemente.


Nunca é exagero controlar as contas para não cair em dividas impagáveis.



http://www.analiseagora.com/
Todos devem poupar para socorro nos imprevistos

Portanto, amigos o ano e os meses já estão em pleno andamento e as despesas e contas para pagar também. O salário está sendo corrompido pela inflação e parece que as coisas começam a fugir ao nosso controle. Agora quem faz seu planejamento financeiro pode sofrer impactos com a crise econômica, mas pode garantir não entrar numa interminável bola de neve. Contudo, aqueles que em plena crise econômica   não consegue fazer um simples planejamento financeiro pode sim arcar com sérios problemas e não ter mais controle do que se recebe em salários fixos, outros ganhos, para quitar rigorosamente suas despesas mensais e anuais. 

Nunca é exagero ter em mãos o controle de todas as despesas e principalmente ver se o salário que recebe mensal pode quitar com todas as dívidas. Fuja da tentação das financeiras, dos créditos facilitados, dos cartões de créditos todos eles são armadilhas perigosas em tempos de crise econômicas. Se tem alguma pendencia com lojas, bancos ou qual quer outa modalidade de financiamentos, devido ao desemprego ou descontrole do orçamento; procure negociar e quitar e nunca deixe nada atrasar  nenhuma conta para evitar que se transforme  em uma ou várias dividas  impagáveis. Procure segurar seu emprego e não comprar nada além de suas condições financeiras o permite. 

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença sentimento negativo presente nas relações humanas.

A indiferença está presente na vida humana e   setores da sociedade. A indiferença um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimentonegativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos.
Podemos perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. No plano social há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos humanos reagirem indiferentemente frente os problemas alheios. No âmbito governamental o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente entre nação dominante …

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.