Pular para o conteúdo principal

O ano começa em plenitude quando os estudantes voltam as aulas.

A edução tem o poder de começar o ano em plenitude.
Em nosso país é assim mesmo o ano somente começa para valer, quando as aulas iniciam. Praticamente a partir do finalzinho de dezembro até fevereiro ou março dependendo do ano. Todos os departamentos públicos nas três esferas governamentais brasileira, trabalham durante este período de férias pela metade e algumas repartições param em definitivo. No setor privado também as coisas não fluem como no momento normal. É compreensível por quer nesta época do ano em nosso país, uma grande parcela dos trabalhadores entra nas suas justas férias. Tempo importantíssimo para restabelecer as energias gastas durante o longo e árduo período de trabalho.
Depois de passar os festejos de final do ano e carnaval começam então a grande movimentação dos trabalhadores brasileiros concomitante com o início das aulas desde as séries iniciais aos cursos das universidades. Quem estava de férias seja no exterior, em algum outro estado da federação ou simplesmente na sua cidade voltam as atividades. Todos restabelecidos para mais uma temporada de múltiplas atividades até o fim do ano. No mesmo ritmo são os estudantes que trazem de volta a alegria e agitação nas instituições de ensino para mais um ano letivo.


E assim com o início das aulas o país começa a se movimentar com a potência máxima. O trânsito volta a congestionar com mais facilidade e altíssimo volume de automóveis nas ruas, avenidas, e as estradas estaduais e federais, principalmente nos tradicionais horários de pico.
Interessante notar que a educação uma das pastas das três esferas administrativas do governo mais desprezadas, é quem dar toque de parar e iniciar as atividades em todo o território nacional. Evidentemente, que no período das férias todo o setor da economia brasileira funciona, porém, quando as aulas voltam o que estava quase parado volta a trabalhar com força total.

Portanto, agora realmente o ano começou para valer e continuará assim durante os últimos dez meses restantes, com toda a força, movimentando todos os setores da economia brasileira. Espero que este período seja suficiente para as autoridades do governo eliminar a crise econômica que se abateu sobre o Brasil e está causando prejuízos e sofrimentos a nação.  Que nenhum cidadão brasileiro fique desempregado e possa garantir a dignidade da família.  Todos os estudantes possam aproveitar o máximo, este próximo período letivo e que seja   de grandes aprendizagens, de importantes descobertas cientificas, em todos os campos do conhecimento para ser útil a vida humana.

http://www.analiseagora.com/
A educação no Brasil marca determina o fim das férias e o começo do ano para valer.


Os governantes brasileiros teimosos possam mudar de ideia e paguem aos professores o Piso Nacional do Magistério integralmente. Ainda tem muitos governadores e prefeitos fora da lei(caloteiros) que desrespeitam a Constituição Federal e a justiça. Eles continuam atrevidamente a descumprir com uma lei federal que garante o piso do magistério.  Os professores sejam valorizados nesta nobre profissão de educar.  Neste ano letivo alunos e professores encontrem as escolas realmente bem equipadas para oferecer, condições dignas, para s desenvolverem em conjunto todos os trabalhos pedagógicos facilitadores da aprendizagem dos alunos.    Principalmente os mestres tenham remunerações honestas, segurança nas escolas e respeito dos alunos para com seus professores. Então, acordem o ano começou e todos devem assumir seus postos de trabalhos para fazer produzir a riqueza e que esta riqueza seja distribuída equitativamente para todos os cidadãos trabalhadores responsáveis para fazer girar a economia brasileira.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.