Pular para o conteúdo principal

A preço de bananas ou a valor de ouro?

HISTORICAMENTE A BANANA CONTINUAVA A SER DE PREÇOS BAIXOS, MAS ATUALMENTE ESTÁ A VALORES DE OURO.

Banana uma fruta barata,agora está  a preço de ouro

Esta expressão “a preço de bananas” tem suas raízes históricas desde a época do Brasil colônia. Quando os portugueses chegaram em nosso país se deparam com esta fruta nativa, produzida em abundancia, quase sem valor econômico. O próprio clima tropical favorecia a proliferação dos bananais em terras brasileiras. Não somente aqui, como em vários países da América Central, se produz, consomem e se exportam para todo o restante do mundo, essa fruta maravilhosa. Até ultimamente, vários países da América Central ficaram conhecidos como “republica das bananas”. Uma expressão metafórica de pouco valor. Obviamente discordo deste conceito depreciativo, pois a nossa nobre América Central   tem seus valores incomensuráveis   que merecem ser reconhecidos e respeitados por todo o Planeta Terra.
Mas, deixando estes aspectos históricos a serem analisados pelos os historiadores, quero concentrar-me na realidade atual.
Como naquela época do Brasil colônia realmente a banana era muito barata. Até servia para qualificar pejorativamente as outras mercadorias quando eram negociadas a preços menores. Ah!   Se afirmavam, isso quando alguém comprava ou vendida algo a preço baixo, ou seja, a equivalente ao que valia naquele período da história um cacho inteiro de bananas. Atualmente não se pode mais usar esta afirmação, neste sentido. Pelo contrário dizer que algo foi comprado ou vendido a preço de bananas é afirmar que foi pago, um alto valor.

Pois bem! Hoje não é mais um cacho inteiro é simplesmente um mero quilo dessa gostosa fruta tropical, mas continua valorizada e hiperbolicamente equivalente a   preço de ouro. Historicamente era a fruta mais barata que havia nas feiras livres e supermercados. Todos podiam comprar em grandes quantidades e comer diariamente. Hoje a banana está ultrapassando ao preço das frutas importadas. Dependendo a região em que é comercializada, está caríssima. Está se transformando em artigo de luxo na alimentação da população brasileira. Uma fruta riquíssima em vitaminas e sais minerais importantíssima para a alimentação que vem a contribuir para a saúde humana, muitas pessoas infelizmente estão cortando essa fruta do cardápio devido ao seu alto custo que faz pesar no orçamento doméstico.

Particularmente, gosto muito de comer banana e graças a Deus não falta em nossa casa para complementar algumas refeições. Contudo, fiquei estarrecido com o preço da banana nas fruteiras e supermercados do meu bairro. A média R$ 2,80 a R$ 2,89.  Talvez pelo fato de raramente ir as compras, e avaliei que atualmente está supervalorizada. Pode ser que esteja errado e ela esteja com o preço normal ou abaixo de mercado. Porém, mais uma vez reafirmo que nunca vi tão em alto preço quanto neste período. Talvez seja sazonal, ou no período de entressafra e quem sabe possa voltar a um custo acessível a todos os brasileiros.
   
http;www.analiseagora.com/http://1.bp.blogspot.com/-ewxW5-oj5G8/VmJE5uimE2I/AAAAAAAAXQA/v49eJoF69tA/s1600/bananas.6754389765.01.png
Banana a fruta tropical que sempre foi barata hoje está a preço de ouro. 


Portanto, não sei realmente o que estar acontecendo, mas essa fruta especial que já foi um dia sem valor econômico, hoje está superaquecida e não é por escassez é realmente por outros motivos que não os descobri, mas que encontrar-se caríssima em relação a outras frutas da época. E tenho plena certeza quem fica lucrando com essa delicia brasileira, são os atravessadores. Eles compram do produtor certamente por caixas de bananas a preços irrisórios, mas   até chegar ao consumidor final, lucra abusivamente. O agricultor, quem planta, zela pelo seu crescimento, colhe e vende permanece ganhando pouquíssimo e provavelmente esteja vivendo momentos difíceis para quitar seus empréstimos bancários para financiar os custeios da plantação.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.