Pular para o conteúdo principal

A expointer também é palco de manifestações dos servidores gaúchos.



Expointer local de exposição e manifestações  foto Cpers/sindicato

O movimento unificado dos servidores públicos incluindo o Cpers/sindicato encontraram um majestoso espaço para protestar contar o vergonhoso e humilhante parcelamento dos salários em quatro vezes determinado pelo chefe do executivo estadual gaúcho. O local escolhido foi a 38ª Expointer, em Esteio - RS nesta sexta-feira 04 de setembro de 2015.
Foram mais de 46 sindicatos e concentraram-se, as a partir das 9horas em frente à Praça Central da 38ª Expointer. Todos vieram munidos de cartazes, faixais, apitos, buzinas caminharam em direção ao Centro de Eventos, onde estava dar início a cerimônia de abertura da Expointer, na qual o governador José Ivo Sartori iria discursar.

Na abertura do evento, os funcionários públicos cantaram emocionado o hino do Rio Grande do Sul. Fazendo referência ao Estado pelo qual todos lutam para que o governo não privatize e não atribua às políticas do Estado mínimo aos gaúchos.
O momento mais emocionante foi quando os funcionários públicos dançam em repúdio ao governo Sartori. Eles roubaram a cena do evento, com vais, gritos, apitos, buzinas e palavras de ordem a cada pronunciamento das autoridades presentes.

Durante toda a cerimonial os funcionários denunciaram o menosprezo do governador para com o funcionalismo público, com a saúde, educação e segurança e também com a sociedade gaúcha.
Enquanto o governador falava, os servidores vaiaram e viraram-se de costas. No momento os servidores dançaram fazendo protesto ao último domingo 30 de agosto, quando o governador dançou com sua esposa em visita a Expointer. O episódio foi um dia antes de depositar na conta do funcionalismo R$ 600,00 reais a primeira das quatro parcelas que irá pagar o salário dos servidores.
Direito esse que todo trabalhador tem, de trabalhar por 30 dias e receber no final do mês o salário integral e o governador não está respeitando. Em nenhum momento do ato, Sartori olhou para os servidores, mostrando total desrespeitando com os servidores.

A presidente do CPERS avaliou a manifestação dos funcionários como uma boa declaração ao governador de unidade e mobilização de todos os funcionários. “Mais uma vez, mostramos a nossa força e união para o governador. Foi um ato lindo”, concluiu.


Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença sentimento negativo presente nas relações humanas.

A indiferença está presente na vida humana e   setores da sociedade. A indiferença um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimentonegativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos.
Podemos perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. No plano social há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos humanos reagirem indiferentemente frente os problemas alheios. No âmbito governamental o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente entre nação dominante …

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.