A arte cria a história através do traço habilidoso do artista.

A ARTE MOSTRA A VIDA ROMPE PARADIGMAS E CONSTRÓI NOVOS CONCEITOS ATRAVÉS DA HABILIDADE DO ARTISTA.
a arte cria novos conceitos ela é dinâmica 

A arte é uma das extensões da filosofia mais complexa para se construir uma definição objetiva e imutável. Pois, existe problema sensível da mutação entre as inúmeras culturas humanas existente no mundo; sofrendo grandes variações durante o tempo. São muitas variáveis que implicam na elaboração definitiva do conceito de arte. Por exemplo, o que uma nação tem de visão cultural considera como arte. Outra nação desconsidera que tal ação cultural não é arte e vice-versa. Pela complexidade de elaboração de um conceito universal de ate, os pensadores e mesmo os artistas paira esta dúvida do de fato pode ser ou não ser arte.

Se a arte envolve múltiplas habilidades humanas conectadas as revelações do que existe de mais sublime entre os humanos, como a estética traduzida pela linguagem de maneira a expressar uma comunicação inteligível, concreta em diversos ramos das atividades humanas. Podemos afirmar que a arte em si mesma é dinâmica e cada povo constrói sua arte no seu tempo e espaço.  Valorizando a sensibilidade par ver pericialmente o cotidiano das pessoas e na forma mais autêntica construir a arte de maneira quem esteja a contemplar perceba que exista emoção em cada traço ou registo de um episódio do cotidiano que grave para sempre na história cultural de cada povo. Seja nas mais diversas formas de expressar a vida do povo através da arte.

Partindo desse principio podemos afirmar a arte expõe a vida e a história dos povos através da habilidade das mãos de seus artistas. Cada artista representa, em sua área de habilidade a cultura e a história do seu povo.  Determinado em qual era ou período da história foi produzido esta representação do contexto histórico inserido seja através da pintura, escultura, música, grafite, arquitetura, escrita, etc. E desta forma os historiadores e arqueólogos vão garimpando pelo meio da arte reconstruir a historia de uma civilização. Por mais complexa que seja conceituar a arte ela é imprescindível aos especialistas, para que eles possam remontar o quebra-cabeça do entendimento e da compreensão dos povos. Tudo o que é produzido pela população amante da arte e que deixe traços de um contexto politico e social é matéria prima artística. Por quer futuramente servirá de referencia especifica da existência da ação do homem em determinado contexto histórico. A partir daí se inicia todo um processo investigativo dos fatos e como vivia uma determinada sociedade sobre todos os aspectos que determinam a vida desse povo.

catedral de Brasilia capital do Brasil. 

Portanto, a arte não se desenvolve de maneira isolada tudo o que é produzido pelas mãos sabias e habilidosa do artista cria um marco na história do seu povo. E gera ligações a outras ciências que estudam minuciosamente a sociedade diante do contexto da produção do artista.   Em arte nada pode ser desconsiderado, pelo contrario deve ser respeitado e valorizado por que se trata da cultura dos povos. A arte tem essa força de romper paradigmas intocáveis. Ela tem a autonomia de abrir múltiplas possibilidades de interpretações do mundo artístico. Destruindo os conceitos tradicionais e padronizados que tem o intuito de classificar, isso é arte aquilo não é arte.  Todavia a arte é essa agilidade humana vinculada a estética que tem o poder de eliminar preconceitos na produção artística de cada época dentro do contexto politico, social e histórico.  Gerando novos conceitos contemporâneos contemplando e valorizando o artista e os amantes da arte, ele em si mesma é dinâmica.