Pular para o conteúdo principal

A nona sinfonia de Beethoven.


http://www.analiseagora.com/
uma sinfonia romântica 

A música no blog é um espaço importante para cultura e apreciar as grandes obras clássicas. Pensando na importância da música em nossas vidas o blog analiseagora criou este importante e especial espaço para a música destinado a música.  

Neste post as cortinas se abrirão para a música clássica cedendo lugar para a Nona Sinfonia, do grande mestre e gênio Ludwig van Beethoven. Uma enorme responsabilidade e ousadia para escrever, comentar a respeito desta magnifica obra de tamanha envergadura; do mundo da arte destinada à música clássica romântica. 

Esta é uma dais obras mais lembradas e ouvidas pelas pessoas que gosta deste gênero da música arte que transcende o tempo como fosse composta atualmente.


A nona sinfonia foi composta praticamente no fim da vida do grande mestre da música clássica já estava em estado avançado de surdez. Talvez devido a esta enfermidade levasse sete anos para ficar pronta. Além da tremenda responsabilidade de compor uma obra do gênero romântica encomendada pela Sociedade Filarmônica de Londres. Esta obra prima que na realidade é um ícone para o romantismo tinha a incumbência de adicionar um poema de Friedrich Schiller cujo título no original alemão é: “An die Freude” e traduzindo para o português seria “a alegria” e o autor foi feliz em escolher este título, somente ter a satisfação de ouvir em condição de serenidade e contemplação de toda a sinfonia para perceber quanto ela é de fato uma obra completamente alegre.




A nona sinfonia  completa de Beethoven/YouTube



Ela é atraente durante todos os seus movimentos, trazendo em sua essência uma alegria que expressa o contexto histórico do início do romantismo que envolve esta obra. E provavelmente reflete também a força interior do compositor para superar seu próprio sofrimento existencial, pelo qual passava devido o estado avançado de sua surdez. Talvez quisesse transmitir para o público uma alegria plena e a esperança de superação e cura. Esta sinfonia tem uma peculiaridade que marca uma espécie de revolução nas composições artísticas de grande porte. A partir da aquela época o mundo da música clássica se transformou completamente. O mestre Beethoven conseguiu unir poesia e música em uma obra sinfônica única. Ele compôs esta obra em ré menor, usando total liberdade e quebrando antigos paradigmas que moldavam a música. Foi ousado para abrir formas livres de produção.

http://www.analiseagora.com/
A música no blog destaca a nona sinfonia de Beethoven. 

Portanto, Beethoven gerou inúmeras possibilidades, para que outros compositores pudessem criar suas obras usando; a criatividade e liberdade de expressão. Sem se prender as regras rígidas que a até então todos eram obrigados a seguir para arranjar uma obra musical. Tudo deveria estar dentro da mesma formatação, antes do nascimento desta nona sinfonia de número nove; que é mais é conhecido como a Nona sinfonia de Beethoven. Ele praticamente inaugurou uma nova maneira de escrever uma partitura clássica dentro do lirismo e do romantismo.

Desejo a todos que gosta da música clássica e principalmente esta nona sinfonia um momento especial para ouvir calmamente; para perceber a riqueza desta sinfonia que nunca se perdeu no tempo. Pelo contrário ela revigora-se a cada instante e permanece sendo ouvida por uma grande parcela da humanidade. Então vamos nos aconchegar e ouvir calmante.

                                 

                                            Nona Sinfonia de Beethoven-YouTube