Qual a serventia dos senadores da República brasileira?

NAS ELEIÇÕES DE 2014 SERÁ ELEITO UM SENADOR E EM 2018 SÃO ELEITOS DOIS SENADORES POR ESTADO E DISTRITO FEDERAL.

imagem do Congresso Nacional: câmara e senado federal.  

Neste ano de eleições é impossível deixar de explicar para todos os cidadãos brasileiros, o que de fato faz um senador da Republica brasileira. Nós votamos e escolhemos estes senhores e não sabemos o que realmente eles fazem durante sua estadia em Brasília um duradouro  tempo de oito anos em pleno luxo, sugando o nosso dinheiro, através dos pesados impostos que pagamos. Eles são eleitos para prestarem serviços importantes à nação, mas infelizmente, muitos deles não cumprem com seus deveres para como funcionários públicos para fazer algo importante para o povo brasileiro. Sempre ter a consciência, que todos eles são nossos funcionários públicos, que recebem altíssimos salários pagos por todos os cidadãos brasileiros.

O senado federal dispõe de um orçamento bilionário que corresponde ao um montante de R$ 2,7 bilhões de reais anuais para satisfazer as benesses destes legisladores federais. Dividindo estes valores paupérrimos entre os 81 senadores, cada um tem a sua disposição para gastar R$ 33,3 milhões. Este dinheiro vem do bolso de todos os brasileiros que pagamos impostos sem dó e sem piedade. Ainda que os trabalhadores  ganharem  um salario  mínimo de R$ 624,00 reais que está corroído pela inflação. Eles enriquecem sobre o suor do nosso trabalho. Tudo que compramos, vendemos ou produzimos o governo faz uma arrecadação através da alta carga tributária; estes valores uma parcela é para poder manter a ostentação e a fortuna destes senhores que somente aprovam leis que venham favorecer a eles mesmos. Geralmente todos aprovam leis que prejudicam o povo brasileiro. Para não ficarem tão alarmantes algumas vezes eles aprovam sobre grandes protestos alguma lei que traz algum beneficio social ao povo.  É uma situação revoltante, nós pagamos um salario bilionário para eles legislarem contra os trabalhadores e os cidadãos em geral.   São os verdadeiros vampiros da nação brasileira. Veja na tabela abaixo quanto eles sugam da nação.


O sendo federal brasileiro é formado por 81 senadores de quase todos os partidos a regra dita pela lei eleitoral é sejam eleitos três representantes de cada unidade da federação do Brasil, como já disse por oito anos é muito tempo. Entretanto, em cada eleição geral é obrigatório à renovação de um terço dos 81 senadores. Na próxima eleição são renovados os outros dois terços do total dos 81. Isto é, nesta eleição de 2014, será eleito apenas um (01) senador por cada Estado. Este mandato vale para oito anos. Em 2018 quando ocorrerá às próximas eleições gerais serão eleitos dois (02) senadores por estado da federação brasileira; sempre por oito anos de mandato luxuoso em Brasília; e assim sucessivamente.    O fator proporcionalidade, não existe na eleição para os senadores por que; eles não representam o cidadão na individualidade, mas o total geral dos cidadãos de cada estado. Na prática representam os estados e não a população de cada unidade federativa e o distrito federal.

A constituição de 1988 estabeleceu as funções de um senador da Republica do Brasil. Confira:

‘Segundo o artigo 52 da Constituição Federal brasileira de 1988, cabe exclusivamente ao Senado Federal do Brasil: Processar e julgar, nos crimes de responsabilidade: Presidente da República, Vice Presidente, Ministros do Supremo Tribunal Federal, Membros do Conselho de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, Procurador-Geral da República, Advogado-Geral da União e, nos crimes conexos ao Presidente e Vice, Ministros de Estado, Comandantes das Forças Armadas.
Aprovar a nomeação de autoridades indicadas pelo Presidente da República: Ministros de Tribunais Superiores, Ministros do Tribunal de Contas, Presidente e Diretores do Banco Central do Brasil, Procurador-Geral da República, Chefes de Missão Diplomática e outros cargos que a lei determinar. Autorizar operações externas de natureza financeira, de interesse da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios.
Fixar, por proposta do Presidente da República, limites globais para o montante da dívida consolidada da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Dispor sobre limites globais e condições para as operações de crédito externo e interno da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, de suas autarquias e demais entidades controladas pelo Poder Público federal. Dispor sobre limites e condições para a concessão de garantia da União em operações de crédito externo e interno
Estabelecer limites globais e condições para o montante da dívida mobiliária dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Suspender a execução, no todo ou em parte, de lei declarada inconstitucional por decisão definitiva do Supremo Tribunal Federal. Aprovar, por maioria absoluta e por voto secreto, a exoneração, de ofício, do Procurador-Geral da República antes do término de seu mandato.
Elaborar seu regimento interno. Dispor sobre sua organização, funcionamento, polícia, criação, transformação ou extinção dos cargos, empregos e funções de seus serviços, e a iniciativa de lei para fixação da respectiva remuneração, observada os parâmetros estabelecidos na lei de diretrizes orçamentárias. Eleger membros do Conselho da República. Avaliar periodicamente a funcionalidade do Sistema Tributário Nacional e o desempenho das administrações tributárias da União, dos Estados e do Distrito Federal e dos Municípios’. (fonte: Wikipedia/Constituição Federal do Brasil).

imagem do senado em dia de votação.

Portanto, estas são as funções dos ilustres senadores da nossa república. É oito anos de mandato um período muito extenso para um grupo de pessoas que vivem no luxo pago pelos trabalhadores e cidadãos brasileiros. Eles vivem oitos anos totalmente extasiados pelos encantos do poder, esquecem-se da dura realidade financeira dos brasileiros e suas lutas para sobreviverem.  Todos permanecem durante este longo e absurdo período de mandato, simplesmente gastando sem controle o dinheiro público; produzido pelo povo diariamente a base de enormes sacrifícios. Esquecem-se das dificuldades quais passam a população brasileira. Eles pensam mais nos seus gordos salários do que fazer melhorar o salário mínimo de fome da nação brasileira.


O senado desde sua criação em 1824 já passou por muitas mudanças até a Constituição de 1988. Já está passando da hora de fazer uma nova e profunda atualização para se adequar a realidade social brasileira. Muitos até já falam na extinção desta casa legislativa devido quase sua função in inócua dentro da democracia brasileira. Somente uma ampla e séria discussão democrática poderá chegar a uma decisão consensual em relação ao senado da República.  
Para que isso venha acontecer é imprescindível uma reforma politica ampla onde haja uma participação popular majoritária. São várias coisas que deverão ser mudadas entre elas o tempo que estes senhores permanecem no poder gastando o dinheiro público. Poderia ser reduzido de oito para quatro anos sem direito a reeleição. Diminuiria o tamanho dos gastos públicos e se renovaria todos. Deveriam mudar as regras para que todos fossem eleitos concomitantes as eleições gerais e não ficar renovando uma parte e deixando outra como é hoje. Quanto a sua existência como casa legislativa.  E as suas atribuições que são muitas algumas deveriam algumas poderiam abolir, mas tudo tem que ser pensado e discutido seriamente em uma reforma politica brasileira urgente.