Pular para o conteúdo principal

O debate é fundamental para decidir uma eleição.

http://www.analiseagora.com/
A imagem diz:o debate das eleições.
O debate é um elemento estratégico e decisivo durante a efervescência de uma campanha eleitoral. Uma campanha eleitoral é composta de diversos elementos estratégicos que pode decidir uma eleição.  O debate é um destes ingredientes ardilosos de um pleito eleitoral. Especialmente, em momentos onde as pesquisas mostram que o eleitor está ainda indeciso para escolher em qual candidato votar. Esta ferramenta importante vai colocar em teste a capacidade de conhecimento não somente intelectual dos postulantes, mas se sabem das necessidades concretas a nível regional, estadual e federal que precisam ser realizadas para melhorar a qualidade de vida da população.


O debate tem seu lado positivo e também negativo. O positivo é o esclarecimento para o eleitor poder fazer suas definições nas escolhas em quem votar.  O negativo é perigo da manipulação do conteúdo debatido e que a mídia parcial, pode confundir a sociedade para proteger este o aquele candidato.
É no debate onde os candidatos que estão concorrendo a uma vaga eletiva mostra sua face real para o eleitor através da clareza de seus programas de governo. Eles terão tempo suficiente para detalhar as propostas concretas para sanar antigas reivindicações e novas demandas da sociedade. E mostrar sem demagogia de onde sairão às verbas para realizar os antigos e novos projetos visando à qualidade de vida da população e desenvolvimento: social, econômico, cultural e tecnológico seja do estado e do país.

http://www.analiseagora.com/
A imagem diz: eleições 2014.
Ratificar para o eleitor que suas propostas também não venham ser mais uma criação de uns novos impostos para finalizar obras antigas e novas. Além do mais deve apresentar projetos sérios que a sociedade jugue serem viáveis de execução e não simplesmente propostas mirabolantes onde o eleitor imediatamente perceba a sua inviabilidade. O debate entre os correntes tem a finalidade de despir a todos das suas vestes demagógicas e apresentar quem realmente eles são a que vieram e o que pretendem fazer neste período de quatro anos para a sociedade brasileira. Não adianta fazer desempenho demagogo na hora do debate usando pirotecnia e estratégias falaciosas que os telespectadores perceberão.

Uma eleição pode começar a se abater para um determinado candidato, mesmo que esteja bem posicionado nas pesquisas, é somente não responder com clareza uma pergunta seja: do mediador, do auditório, dos jornalistas ou entre os oponentes que é o suficiente para iniciar seu declínio nas pesquisas até concluir a sua derrota. Assim também os deslizes de uma palavra, uma frase mal expressada e não explicada corretamente, uma proposta inviável, a postura ruim em seus comentários, a insegurança nas colocações, falta de conhecimento da realidade, etc, pode derrubar um candidato. O contrário em um debate pode reerguer e eleger um pretendente a um cargo eletivo. 

Há um grande perigo do debate é a interferência da grande imprensa tendenciosa que no final sempre procura distorcer para o eleitor o conteúdo da fala dos postulantes ao cargo eletivo seja a nível estadual ou federal. Uma situação desta pode ocorrer sem escrúpulo até infringindo a lei eleitoral; quando qualquer mídia poderosa e perniciosa não aceita um concorrente que a população aprova, mas esta espécie de mídia desaprova. Então antecipadamente determina a vitória do seu candidato preferido, escolhido em troca de interesses exclusos. O eleitor deverá ficar muito atento ao que os candidatos dizem no debate e qual a interpretação que a mídia tendenciosa faz. Dependendo das repercussões pós-debate como são interpretadas e disseminadas pelos meios de comunicações: podem elevar ou detonar a qualquer um dos candidatos. Em especial aquele ou aqueles selecionado pela grande mídia malévola para que não sejam eleitos.
 

http://www.analiseagora.com/
A imagem diz: politica a arte de governar.

Portanto o fator debate entre os candidatos em uma campanha eleitoral não pode faltar em espécie alguma. E principalmente quando se percebe indecisões do eleitor, muitas eleições são decididas num debate onde o candidato que melhor explicar para o eleitor seu programa de governo para administrar o estado ou o país sem onerar o cidadão através de novos impostos para impulsionar o desenvolvimento geral este pode trazer votos suficientes para ganhar uma eleição. Não adianta os candidatos irem para o debate mascarados de propostas ilusórias enfeitadas pelas uma forte expedição de marketing que não terá sustentação nem diante da mídia e nem do eleitor. O candidato deve comparecer ao debate munido de um programa de governo capaz de ser implantado durante a gestão e que também tenham argumentos sólidos para fazer convencer o eleitor da possibilidade de programar seu plano de governo. 

O eleitor tire suas próprias conclusões não se deixe ser manipulado pelos os comentários e as opiniões parciais dos meios de comunicações que querem impor sua visão mal intencionada sobre alguns candidatos e defender os seus a qualquer preço.  Muitos meios de comunicações fazem este trabalho de forma perspicaz induzindo a convencer a população de maneira astuciosa, que este ou aquele candidato que apoia foi o melhor no debate. E imediatamente já fazem enquetes sem rigor cientifico para tentar provar algo que não existiu.☝