Pular para o conteúdo principal

A violência uma característica negativa da humanidade.

A violência sempre estará presente entre os homens.

O mundo carente de paz!
Podemos retroceder através dos livros e verificar nesta volta ao tempo, pela história da humanidade que sempre encontraremos traços de violência entre os homens. Por vários motivos os homens destroem uns aos outros.  Desde os motivos mais fúteis aos de defesa pessoal, soberania nacional, territorial, interesses políticos e econômicos, mas nenhum destes justifica a eliminação da vida.
A vida é única e por isso, apenas poderia ter morte natural, não morte provocada por outro humano que possui o mesmo ‘sopro de vida’ e somente quem pode apagar este sopro valioso é quem: criou prover e protege. 
Quem tem este poder de criar e terminar é somente Deus Ele é o autor da vida. Ele sabe quando fomos gerados, sabe a nossa história e também em sua agenda está escrito o dia que morrermos fisicamente, segundo sua vontade. Assim, aceitamos o fim da vida de maneira normal completando-se um ciclo físico neste mundo, ela foi traçada com: início, meio e fim. Um fim que não é fim, mas é o início de uma nova vida, uma vida eterna, isto para quem crer nesta verdade divina. ‘Quando morremos em Cristo, também viveremos em Cristo’. Eu particularmente creio, aceito e proclamo esta verdade. Sempre respeitando as crenças de todos.

A vida é preciosa e precisa ser respeitada e preservada.

Nestes combates das guerras entre nações sempre a vida é o alvo principal da violência humana. A vida algo precioso que nunca outro humano poderia eliminar. Ela parece ser forte, mas é extremamente frágil e de incomensurável valor. Poderemos notar que nas guerras onde a violência ultrapassa todos os limites gravidades. Os mentores insanos colocam a vida como objeto de barganha e revanche para abrirem uma possibilidade de paz.  Além do mais põem a vida de todos como alvo dos conflitos. Se juntasse todos os historiadores e fossem fazer uma contagem das vidas ceifadas inocentemente nas guerras daria milhões de livros de maiores volumes de páginas que existe e talvez não coubessem os nomes de todos os ceifados e atingidos em diversas formas. O perdedor de uma guerra não importa sua dimensão violenta, é simplesmente a vida. Além dos envolvidos diretos nos conflitos muitos inocentes perdem suas vidas sem ao menos saberem os motivos, os porquês de tanta violência. Esta violência se expande de maneira dramática depois do fim de qual quer tipo de guerra. A violência psicológica entre as pessoas envolvidas diretas e indiretamente é incalculável. 

A violência comportamento negativo e presente em todo o mundo.

Portanto, a violência está presente diariamente em todo o planeta. Não são apenas as estúpidas guerras violentas declaradas entre as nações quem matam e mutilam milhares de pessoas. E deixam um rastro sinistro de violência mostrado pelos meios de consumições. São pessoas que perderam tudo famílias e bens materiais, são vidas destruídas por motivos que não justifica uma única morte. Entretanto, a violência é continua em nossas famílias, escolas, ruas, bairros, cidades, estados e país. Simplesmente ligue a televisão que tem aqueles “canais desgraças” que mantém suas audiências transmitindo muitas vezes ao vivo cenas de violência entre as pessoas, perseguições policias, prisões ilegais, vendas de drogas, violência doméstica, mostrando brigas de casais e violência contra menores.

A violência está presente diariamente em todo o planeta.

Faça um teste passe por alguns canais que chamo de “televisão desgraça” eles passam quase vinte e quatro horas mostrando todos os tipos de violências que acontecem nas cidades do nosso país. Depois a internet tem sites sensacionalistas que mostram também os mais variados tipos de violências que ocorrem no Brasil e no mundo. Os jornais em suas páginas policiais também trazem uma ata diária repleta de todos os tipos de violência que ocorrem na vida do povo de cada nação. Se analisar melhor os mundos vivem em guerra vinte quatro horas sem cessar, cada nação com seus problemas, suas violências e suas guerras. Há uma enorme carência de paz no planeta.

A população mundial vive tempos contraditórios.


A sociedade vive carente de paz   verdadeira, real e completa. Todos estão vivendo num grande faz de conta, para dizer que existe paz; mas   na realidade não existe paz. Pode ter a certeza absoluta de que existe uma grande guerra entre o bem e o mal. É uma luta   diária que causam danos irreparáveis para todos os homens. Na atualidade a violência é algo inacreditável e inaceitável gerada entre as pessoas. São homens contra homens, quem for mais forte vence a luta. A humanidade está sim, regredindo em relação à civilidade, a paz, e a harmonia. Todos vivem tempos de contradições incompreensíveis, as ferramentas das tecnologias moderníssimas deveriam promover a comodidade, a comunicação em tempo real e em alta velocidade, pouco se contribui para a paz, pelo contrário tudo isso vem acelerar e aumentar a violência no mundo de forma generalizada. 

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.