Pular para o conteúdo principal

A trilogia esportiva: homem,macaco e banana.

http://www.analiseagora.com/
A trilogia:bananas,macaco e o homem racista.
Qual é a ligação nesta trilogia: homem, banana, e o macaco no futebol? Vamos pensar no fato desprezível que chocou o mundo em plena partida de futebol entre o Barcelona e o Villarreal na Europa naquele domingo, 27/04/2014 quando bilhões de pessoas viram estarrecidas, ao vivo em tempo real este ato de racismo imperdoável entre dois humanos pensantes. Ambos pensam e têm visão de mundo, sociedade, comportamento e valores diferentes. Conceitos opostos de respeito, solidariedade e dignidade.  Fica comprovada mais uma vez a pobreza de espirito humana em forma de segregacionismo que fez explodir num ato raivoso dentro de um estádio de futebol europeu. Futebol o esporte mais querido e popular do mundo começa a ser manchado pelo sinistro racismo. Na partida entre os dois times do campeonato espanhol.  Um racista jogou uma banana no jogador brasileiro que joga no Barcelona. Através da banana este alimento importante para a vida. Um preconceituoso quis rotular maldosamente o grande jogador brasileiro de macaco atirando banana no gramado do estádio onde rolava a bola quando numa cobrança de escanteio do jogo.

Ora! Como foi notório para o mundo o repudiável episódio racista no futebol europeu; mostra que o racismo ainda é um problema grave, bem atual que vem ocorrendo em muitos lugares do mundo. É fato, estamos muito longe de uma convivência harmoniosa entre os povos. Ainda impera a força negativa do racismo e do pré-conceito pelo mundo a fora em todos os eventos e grupos sociais de conivência e entretenimento.
Em muitas circunstancias acontecem de forma velada e as vítimas de racismo sofrem a dor e a amargura no silêncio do seu ser. Este evento esportivo que era para ser de: alegria, descontração e confraternização humana se transforou em um espetáculo de desrespeito entre os humanos pensantes.
Essa desarmonia veio expressada e tipificada pela força da maldição do racismo entre os humanos pensantes. Um humano que pensa contrário dos outros fez uso da banana um alimento saudável, para expressar de maneira maldosa que o outro humano que pensa diferente é um macaco. Dois seres bondosos: banana e macaco foram envolvidos nesta trama raivosa e de caráter pejorativo para a concretização do racismo. Um ato racista desprezível nos dias de hoje e dentro do templo do futebol. O futebol que além de ser saudável para a saúde física e mental é um grande meio de unir os povos do mundo para assistirem a bola rolar e chegar à glória do gol. 
Entraram em cena três personagens: homem, banana e macaco formando a trilogia do futebol. O homem e o macaco ambos pertencentes ao reino animal, sendo um pensante e outro não pensante. Um terceiro elemento desta trama vem do reino vegetal a banana que foi utilizada por um ente pensante que: representa tudo que é de atraso histórico e vem em contramão à harmonia, a paz, ao bom senso, e a união entre humanos pensantes.   A banana serviu de simbologia pejorativa para dizer que todos somos macacos por quer comemos bananas.
Vamos por partes identificar e analisar cada elemento desta trilogia do espetáculo esportivo manchado pelo racismo.

1.     Homem: pertence ao reino animal tem algumas características semelhantes a alguns animais inclusive aos macacos. Porém com um extraordinário diferencial é um ser pensante. E por ser um ser pensante tem o domínio sobre todos os outros seres vivos e inanimados e inclusive sobre o próprio homem.
2.     Macaco: Este termo por si só já tem uma conotação racista. É uma palavra que popularmente serve para classificar todos os símios e os primatas. Pertence ao reino animal, tem algumas características semelhantes aos humanos, mas jamais tem o a grandeza do pensar. Não são racistas e nem preconceituosos, óbvio não pensam!

3.1. Banana: é uma fruta da bananeira, composta de uma polpa doce, gostosa rica em vitaminas, fibras e sais minerais. Pertencente ao reino vegetal, planta da espécie das herbáceas possuindo caule de porte médio.    Incluída na família musácea. Proveniente do sudeste da Ásia, mas hoje é cultivada em quase todos os países de clima tropical. A bananeira produz a banana.

3.2. Futebol um esporte: criativo, ótimo para a saúde, alegre e faz união dos povos é o mais popular do mundo. Criado por seres humanos pensantes para alegrar outros humanos.
3.3. O racismo uma maneira de pensar preconceituosa e maldosa criada por alguns humanos que pensam diferentes erroneamente, mas defende-se cegamente que estão certos. Eles fazem a blindagem da superioridade sobre os demais.
O racismo foi o ingrediente venenoso que já manchou, vem manchando e manchará o futebol e a convivência entre os humanos em todos os setores da sociedade. Pode-se ocorrer fatos semelhantes se não houver providências enérgicas contra os defensores do racismo pelo o mundo a fora. Todos os povos devem tomar consciência de que o racismo deve ser banido de qualquer sociedade e lugar do mundo e em qualquer atividade que envolva humanos de lugares e momentos diferentes. Este pensar negativo somente vem atrapalhar a vida de todos os humanos.  Em qualquer circunstância da vida.   
Desta vez o ato de racismo não foi no Brasil, mas a vítima do foi brasileira um dos grandes jogadores o Daniel Alves que joga na Europa e na seleção brasileira. Ele tomou uma atitude valiosa comendo a banana; dando um golpe fulminante contra o ato racista. Executando aquele gesto impulsivo, mas autêntico e nobre. Nocauteou a ação desprezível do humano racista, que contamina os estádios de futebol no mundo inteiro.
A Europa onde predomina a arrogância dos povos civilizados e sem racismo, esta tese foi desmascarada naquele fatídico dia esportivo diante das lentes das emissoras e TV e da imprensa em geral, que registraram aquela cena triste onde falou mais alto o racismo contra os estrangeiros que lá trabalham em atividades diversas. Além dos que jogam bola para manter a beleza do futebol nos campeonatos do conhecido velho mundo.
O problema do racismo é idêntico em todos os continentes e se aflora principalmente nos conglomerados de humanos. Onde alguns se acham melhores do que os outros, não esqueçam somos todos iguais. O racismo existe em todos os lugares do mundo o que devemos fazer é repudiar veementemente e procurar viver em igualdade. Somos uma única raça as diferenças é o próprio homem que as criam. Nos níveis sociais, econômicos e culturais. Quanto à espécie somos únicos em todo o planeta não há diferenças somos constituídos do mesmo material genético, porém na individualidade temos atributos diferentes.

Portanto, nesta trilogia esportiva: do homem, a banana e o macaco no reino do futebol; não construíram harmonia. O homem racista envolveu a banana e o macaco para atingir outro homem pela fúria do racismo. Podemos chegar à seguinte conclusão. Os três personagens, dois do reino animal e um do vegetal; sendo que o homem é o ser pensante. Os dois: banana e macaco não são pensantes e nem racistas.   O macaco não é humano, logo: não pensa, e não é racista. A banana uma fruta, também: não pensa e não é racista. Todavia tem uma função peculiar de alimentar os homens pensantes sendo racistas ou contra o racismo. Alimenta também o macaco que não é humano, não pensam e nem é racista. Não quero entrar em polêmica entre as duas teorias: criacionista e evolucionista. Não sou cientista da: Teologia, Antropologia, Genética, Biologia etc., para discutir uma tese defendendo ou refutando uma ou outra teoria.

Posição de leigo as duas espécies macaco e homem já nasceram assim cada qual com seus atributos específicos da mesma forma a banana. Não estou interessado se evoluíram ou não. Estou mesmo é preocupado com o comportamento humano. O agravante está na mentalidade humana que até o momento percebe-se é que em alguns homens seres pensantes, vem dando sinais de estagnação no pensar.  Muitos seres humanos nunca cresceram em grandeza de espirito, e em mentalidade aberta para as transformações do mundo e das sociedades. Cada século e era, regridem um pouco mais alguns vem dando passos para traz entram num processo degenerativo de ideias as atitudes comprovam. Principalmente quando cometem atos repudiáveis de racismos em plena contemporaneidade. Esperamos que estes fatos lamentáveis não ocorram no Brasil durante os jogos da copa do mundo de2014. Devemos dar um bom exemplo de hospitalidade e respeito a todos que vierem ao nosso país para assistirem os jogos em clima de união e fraternidade e profunda amizade entre jogadores, torcida e sociedade em geral. Que esta trilogia seja nova: homem, futebol e respeito entre as nações. Esta copa dom mundo no Brasil sirva exemplo para o mundo deixando um legado de repúdio a qualquer atitude por menor que seja de que faça apologia ao racismo.



Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença sentimento negativo presente nas relações humanas.

A indiferença está presente na vida humana e   setores da sociedade. A indiferença um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimentonegativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos.
Podemos perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. No plano social há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos humanos reagirem indiferentemente frente os problemas alheios. No âmbito governamental o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente entre nação dominante …

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.