O péssimo resultado do Enade para muitos alunos acende um alerta vermelho para a educação.

A AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR: APRESENTA SINAIS PREOCUPANTES, QUE EXIGEM  GRANDES MUDANÇAS NAS ESTRUTURAS  DA EDUCAÇÃO DO BRASIL.


O saldo das avaliações dos cursos superiores considerados insuficientes que foram apuradas através do Enade em muitas instituições responsáveis pelo ensino superior no Brasil mostra um sinal de alerta vermelho.   Estas avaliações de alguns cursos do ensino superior brasileiro é um reflexo fidedigno de que o trabalhado nas bases iniciais de todo o sistema de educação do nosso país está lamentável. A precariedade que domina as séries iniciais, passando pelas etapas do ensino fundamental e médio vem se petrificando no superior. Este resultado desagradável, vergonhoso é por que tudo iniciou e vem sendo realização em um processo de formação educacional errada. O resultado não poderia ser outro, a não serem milhares de notas insatisfatórias em múltiplos cursos e suas respectivas instituições de ensino.
sinal vermelho para o ensino superior brasileiro

O saldo das avaliações dos cursos superiores considerados insuficientes que foram apuradas através do Enade em muitas instituições responsáveis pelo ensino superior no Brasil mostra um sinal de alerta vermelho.   Estas avaliações de alguns cursos do ensino superior brasileiro é um reflexo fidedigno de que o trabalhado nas bases iniciais de todo o sistema de educação do nosso país está lamentável. A precariedade que domina as séries iniciais, passando pelas etapas do ensino fundamental e médio vem se petrificando no superior. Este resultado desagradável, vergonhoso é por que tudo iniciou e vem sendo realização em um processo de formação educacional errada. O resultado não poderia ser outro, a não serem milhares de notas insatisfatórias em múltiplos cursos e suas respectivas instituições de ensino.

O Brasil tem um método prático de avaliar o conhecimento dos alunos dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos, suas habilidades e competências. É a tão temida avaliação aplicada aos alunos das instituições de ensino superiores. Todos os envolvidos temem enfrentar o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Todo estudante do ensino superior somente será diplomado depois que prestar a prova e quem não comparecer nas datas marcadas terá que apresentar justificava plausível do por que do não comparecimento para a realização da prova.

Esta prova tem o objetivo medir o rendimento dos discentes em seus cursos de graduações e consecutivamente serão classificadas as instituições responsáveis por todo o processo de formação dos alunos. O MEC estabeleceu um paramento de avaliação de 0 a 5 e uma escala de 1 a 5.  O avaliado oscilará suas notas nestas casas numéricas, onde será considero bom ou ruim em conhecimento tirando entre zero e cinco e uma escala de 1 a 5. O aluno que tirar uma nota de 1 a 2 será considerado insuficiente e sua instituição consequentemente.    Segundo o MEC 30% das instituições brasileiras de ensino superiores abrangendo diversas áreas do conhecimento obtiveram notas insuficientes. Estas instituições poderão ter cursos e vestibulares cancelados pelo MEC. A não ser que apresentem propostas concretas  que melhorem ao longo do tempo,  a estrutura geral destes campos universitários; em relação aos seus conteúdos programáticos que venham qualificar para competirem  notas  suficientes nas próximas avaliações. E formar profissionalmente os alunos no grau de excelência.   

                       Avaliação do enade 2013 pelo Ministro da educação do Brasil-YouTube


Este resultado baixíssimo nos traz um indicativo extremamente negativo e preocupante para a educação brasileira. Um sintoma perigoso para um país que não investe pesado na educação desde a base que exige toda uma atenção especial, mas o governo a despreza. Os resultados negativos são sinais de que a educação esta doente e precisa de um tratamento de choque para reanimar e surtir novos efeitos em: curto, médio e em longo prazo. Esta real mudança somente ocorrerá mediante politicas públicas serias, não demagogia, a serem executadas pelos governantes deste país. Somente desta forma todos os estudantes terão educação de qualidade e não uma educação repleta de vexames.  Sendo assim, os discentes do ensino superior poderão alcançar uma formação de excelência nos cursos escolhidos. Para que isto aconteça é imprescindível que o histórico destes alunos seja bom do inicio ao fim.

Portanto a educação brasileira vai de mal a pior muito tem que ser mudado, transformado para mudar também o conceito de pais atrasado e emergente na educação, ou seja, é urgente investir pesadamente por muito tempo para os frutos bons começarem a brotarem É necessária uma verdadeira revolução em todo o sistema educacional brasileiro para que tenhamos resultados positivos e não vergonhosos como estes que muitas instituições do ensino superior apresentaram nesta última avaliação do Enade. Agora não adianta culpar o resultado final, é como se uma equação foi desde o inicio efetuado errada o resultado poderia nunca dar certo. Uma sentença matemática para dar certo é fundamental que se proceda a sua operação correta desde o inicio, caso contrário o resultado sempre será errado. É o que está acontecendo com a educação brasileira começa tudo errado e depois exige que tudo der certo. Não se investe educação, não proporcionam: condições para os alunos estudarem, os professores das primeiras fases são desestimulados a trabalharem e os governos municipais, estaduais e federais, pagando salário de fome. As estruturas das escolas são péssimas e sem condições nenhuma de trabalho, deixando: alunos, professores e funcionários correm riscos de vida ao conviverem em muitas escolas caindo aos pedaços etc..  Depois o próprio MEC vem querer cobrar um bom desempenho dos alunos que estudam em intuições de ensino superiores de muitas regiões brasileiras, que não dispõe de poucas possibilidades de oferecer um ensino de excelência é um contra censo.
  
Para não ser tão pessimista quero enaltecer a todos os alunos dos diversos cursos e todas as instituições de ensino superiores do nosso país que atingiram uma avaliação suficiente dentro dos parâmetros estabelecidos pelo MEC. Isto significa que há uma grande luz para a educação brasileira. Em meio a tantas dificuldades, alguns alunos em seus cursos por todo o Brasil se superaram e foram brilhantes. Muitos são os estabelecimentos educacionais  que obtiveram seus nomes reconhecidos no Rank nacional, na América latina e diante do mundo. Este Brasil tem muitas condições de melhorar as metas da educação em todos os níveis falta  sincronizar o envolvimento dos governantes e comunidade estudantil para juntos gerenciar a educação deste país. E consequentemente os resultados começarão a surgir por todos os cantos deste país continental em todas as áreas do conhecimento humano.          

Comentários