Pular para o conteúdo principal

As relações humanas são necessidades naturais dos humanos.

As relações sadias são fundamentais entre as pessoas. 

As relações humanas são necessárias para vida em sociedade.  
Os humanos em sua trajetória histórica sempre se preocuparam em cultivar relações sadias para interagirem e manterem vivas a comunicação entre todos os povos. E desta forma venceram as intempéries da natureza, da própria vida, das disputas entre grupos e famílias, até os dias de hoje. As relações humanas promovem a convivência entre as pessoas próximas e distantes, isto é, nas relações reais e virtuais da era digital.

Basta voltar ao tempo e perceber esta necessidade das relações humanas e interações interpessoais entre os habitantes das cavernas até aos nossos dias. Naquela época, mantinham uma linguagem de comunicação própria, para construírem as relações humanas entre grupos nômades.

Por meio dos sinais e desenhos   comunicativos gerava uma relação de laços afetivos, interações, amizades humanas fortalecendo aos nômades a se unirem num mesmo objetivo a luta pela sobrevivência. A busca pela conquista do fogo para o aquecimento e preparação dos alimentos. Fogo, energia sinal de poder e de domínio de uma tribo sobre a outra.  Manterem-se fortes para defenderem-se dos animais ferozes e dos grupos rivais.

 As relações humanas  saudáveis transcende o tempo e a tecnologia.

A necessidade das relações são atributos naturais entre os humanos indispensáveis para manter a união para romper a barreira do tempo na história. As relações humanas são determinantes para a criação e manutenção dos grupos sociais intensos dentro da sociedade. Esta prática saudável transcende o tempo e se adéqua as grandes às criações e transformações e progressos tecnológicos específicos de cada época. Durante o caminhar da humanidade ao longo do tempo tudo se modifica velozmente ao ritmo das necessidades humanas urgentes, característico da contemporaneidade.

As ciências das relações humanas.

Há várias teorias da sociologia e da psicologia que discorrem sobre este tema das relações humanas, cada ciência procurando entender a partir do seu prisma cientifico; a importância das relações entre os seres humanos. Estas teorias nos auxiliam entender melhor como os humanos modernos tendem a se comportarem dentro do contexto social, cultural e histórico de um mundo totalmente conectado, uma aldeia compactada nas mínimas e máximas telas dos computadores.

A humanidade vive o apogeu das relações humanas principalmente neste advento das redes sociais interligando as pessoas de todos os cantos do planeta. Antes o homem era nômade construíam suas relações humanas em busca de proteção. Hoje mais do que nunca os humanos estão se tornando cada vez mais sedentários. Relacionando-se e interagindo muito mais a outras pessoas do mundo inteiro sem precisar levantar da cadeira. Um dos itens negativos singular deste período é o sedentarismo. Originando consequências imagináveis e irreversíveis para a saúde.

Os vários tipos de relações humanas no apogeu da era digital.

Além disso, vivemos uma realidade muito embaraçada quando se fala em relações humanas via conexão pela internet ou a era digital. Cada um constrói seu próprio mundo diante dos teclados e das telas dos computadores e outros aparelhos plugados nas redes sociais.
Aos poucos vão se construindo também um castelinho egoísta a ponto de abandonar as pessoas íntimas tais como família, amigos de infância, da mesma rua, da escola, da universidade, e do condomínio onde se habita. As pessoas próximas se tornam estranhas e as distantes e desconhecidas vão se tornando, próximas, amigas, em algumas situações conhecidas, de fortes amizades até vem nascendo casamentos. Em outras situações até casamentos de longos anos são extintos devido às interferências das amizades estanhas a vida do casal.

Todos têm suas versões do porquê das relações virtuais. Elas também têm várias facetas. Podemos perceber o surgimento do isolamento entre os mais caros do ciclo de convivência. Este sintoma surge de forma silenciosa. Apesar disso, se ampliam um leque quase sem limites de novas relações humanas a partir do seu espaço virtual para o mundo. Aqui começa o fechamento das janelas de ternuras familiares e se abrem portões para novas amizades, simplesmente no gelo da tela conectada as redes sociais da internet.

Contudo, diante dos mais sofisticados meios de contatos rápidos entre as pessoas que não as conhecemos plenamente, quando se trata de amizade verdadeira isso se torna muito abstruso. Em pouco tempo criamos uma grande lista de pessoas que as consideramos amigos. Os chamados amigos virtuais. As redes sociais estão aí bem equipadas com ferramentas importantes para servir de ponte para aproximar em um mero click, antigas e novas amizades.

Os problemas nas relações humanas virtuais.

O problema é quando estas amizades que aparentemente se apresentam como sendo verdadeiras, mas são apenas ilusórias e começam a interferir na convivência familiar.  Extraindo o espaço das pessoas indispensáveis a nossa vida. E sem percebermos vamos cedendo grandes espaços do nosso riquíssimo tempo que são dos familiares e amigos, para pessoas que estão do outro lado da tela. Muitas delas vestem uma camuflagem de inocências misturadas à realidade da esperteza. Estas situações provocam muita frieza nas relações familiares causando desarmonia no cotidiano e outras consequências irreversíveis no âmbito familiar e em casos pessoais específicos.

Muita cautela em relação a aqueles amigos que se apresentam como sendo os melhores dos melhores dos amigos. Tenha o máximo de atenção por quer tais elementos estão cheios de péssimas intenções. Todas as prudências são poucas, comesse a desconfiar por quer há muita gente mal-intencionada na internet. Selecione prudentemente e com muita calma as pessoas que pretende adicionar como amigos.

A comunicação via internet na era digital.

A internet é o ambiente mais obscuro que há na atualidade. Sempre digo para meus amigos que navegamos em oceanos virtuais totalmente desconhecidos, cheio de grandes perigos ocultos e que aparecem em nossa tela disfarçadamente de inofensivos. Mesmo diante de toda a parafernália tecnológica de segurança que as grandes empresas de navegação virtuais nos oferecem para que naveguem seguros. Ainda assim, corremos sérios riscos de sermos assaltados em nossa rota de navegação pelos piratas malfeitores modernos. Os perigos de hoje são maiores do que na época das grandes navegações históricas; que desbravaram os oceanos sem tecnologia e frágeis embarcações.

Portanto, hoje vivemos o momento das relações humanas virtuais, vazias, frias sem calor humano de verdade. Apenas nas geleiras das telas dos aparelhos conectados as redes sociais. Recheadas de muitos ingredientes tais como: chats, designs, marketing, merchandising, jogos e informações instantâneas, apelos consumistas e imagens. Atrativos que prendem por longas horas na frente do computador. Este comportamento em excesso vem criando desgastes nas relações entre as pessoas amadas com que convivemos há muitos anos. E hoje existe uma relação de indiferença. É fundamental que seja repensado, reavaliado o que estamos fazendo e nos questionar o que estamos ganhando e perdendo de mais precioso as relações humanas na vida familiar e social que são reais.

Por isso, já mais podemos em hipótese alguma trocar as nossas relações familiares que são concretas por outras virtuais que são meras ilusões; não a conhecemos verdadeiramente. Assim, como elas aparecem também fugazmente desaparecem sem deixarem vestígios. Estas não são reais, apresentam serem de fato verdadeiras, mas são enganosas. O mais cruel é que muitos delas chegam a usarem perfis falsos (fake profiles) e chamam a atenção pela aparência enganosa geralmente se apresentam de bonitas, gentis, mas mal-intencionadas e perigosas. Todavia as relações humanas são essenciais para a manutenção da união entre as pessoas próximas e outros povos do mundo. Ninguém consegue viver no isolamento, mas no convívio social sadio de uma vida autêntica.📶💻

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.