Pular para o conteúdo principal

Da revolta do vintém as manifestações do R$ 0,20 centavos.


http://www.analiseagora.com/
bondes de tração animal do RJ,revolta do vintém 



A história é surpreendente os fatos de ontem se repetem hoje com mais intensidade. Analisando os anais da história do Brasil percebemos que o nosso povo já está calejado de muitas revoltas e movimentos populares reivindicatórios dos direitos dos cidadãos. Desde o império até os nossos dias tivemos revoltas e manifestações que contribuíram para a nossa formação e consciência política.
http://www.analiseagora.com/
imagem de 20 réis = 1 vintém

Nós tivemos as principais revoltas entre elas às revoltas da: chibata, vacina, cabanagem, sabinada, balaiada, farroupilha etc. Entre tantas, o foco desta matéria é a revolta do vintém. Uma revolta popular bem semelhante a que está acontecendo hoje em nosso Brasil moderno, mas com os velhos problemas; à revolta dos R$ 0, 20 centavos. Evidente que este episódio é apenas um estopim para outras reivindicações mais sérias. Contudo, o governo brasileiro procura se fizer de “ouvidos de mercador” demorando tomar urgentes providencias; veementes para resolver vários problemas mais complexos do que o aumento nas passagens de ônibus. 


O episódio da manifestação popular que entrou para a história do Brasil que aconteceu no governo imperial de D. Pedro II no período de 1879 a 1880 no Rio de Janeiro e Curitiba. Nesta época a moeda oficial era réis.  Um vintém equivale vigésima partem de algum valor monetário ou 20 réis. O vintém valia na época 20 réis se tornou muito inflacionado para a população viajarem de bonde na cidade do Rio de Janeiro. Não houve alternativa a população se organizarem protestar contra a implantação do vintém. A revolta de Curitiba no ano de 1883 foi diferente do RJ. Esta revolta se caracterizou pela cobrança de impostos sobre o vintém que era uma porcentagem de 1,5% sobre cada vintém e com isso se tornou muito pesado para os donos de bondes, até esta revolta é mais conhecida como revolta dos impostos do vintém.



http://www.analiseagora.com/
manifestação dos R$ 0.20 centavos 2013



Para os padrões da época foi uma manifestação um tanto violenta; onde aconteceram várias prisões, pessoas feridas e mortes. Como os bondes eram de tração animal os burros que puxavam os bondes vários deles foram esfaqueados e mortos pelos manifestantes. Segundo os relatos da época aproximadamente cinco mil manifestes protestaram em frente à sede do governo imperial no lago de São Cristóvão. As multidões com palavras de ordem gritavam fora o “vintém”. Como todos os movimentos populares tem um líder no comando e nesta revolta do vintém foi coordenada pelo jornalista: Lopes Trovão Da. O imperador, que prometia abrir negociação para resolver a contenda, teve seu pedido negado pelo jornalista republicano que adotou uma nova estratégia. Lançando seus argumentos no jornal Gazeta da Noite, Lopes Trovão convocava a população carioca a reagir com violência contra a medida imperial.

O ministro da fazenda Afonso Celso de Assis Figueiredo, futuro Visconde de Ouro Preto. Não resistiu à pressão popular caiu do cargo. Este aumento chegaria aumento equivalia 20 réis ou 1 vintém. Hoje seriam os R$ 0,20 centavos. Os preços das passagens dos bondes baixaram e concomitantemente se iniciou um processo de mudanças do governo imperial nas áreas econômicas, sociais e políticas. Qualquer semelhança não pode ser mera coincidência aos fatos de hoje.



http://www.analiseagora.com/
manifestações de 2013 
Vários historiadores afirmam que a revolta do vintém não havia nenhuma ligação aos movimentos republicamos que exigiam o fim do período monárquico no Brasil. Todavia, fica evidente nas entrelinhas da história que esta revolta influenciou sim, os defensores da República. Observem bem que se dava início o apagar das luzes desta época política o Brasil. E sinalizava para ascender das luzes da República que aconteceu num período de 10 anos. Em 15 de novembro de 1889, neste dia caiu a monarquia brasileira e o Brasil instala a República. Entra uma nova página da história do nosso país, até os nossos dias. A luta continua e não sabemos ainda que rumos vão dar estas manifestações da atualidade que apenas está no início. Neste dia se promete mais manifestações em todo o Brasil por mudanças substanciais.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.