Pular para o conteúdo principal

Professores mobilizados sempre


O MÊS DE ABRIL VAI SER AGITADO PARA O MAGISTÉRIO

Este ano letivo de 2013 começou agitado no magistério gaúcho e se estenderá durante todo o ano. Neste mês de abril segue a classe mobilizada diante de varias atividades promovida pelo Cpers/sindicato e se estenderá através de uma marcha até Brasília onde estarão presentes outros sindicatos de todo o Brasil organizado pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação). Todas as manifestações tem o mesmo objetivo que é exigir o cumprimento da lei do piso salarial dos professores e a luta por uma educação pública de qualidade.   O governo do RS bate o recorde de 835 dias sem cumprir a lei do piso.
professores

Este ano letivo de 2013 começou agitado no magistério gaúcho e se estenderá durante todo o ano. Neste mês de abril segue a classe mobilizada diante de varias atividades promovida pelo Cpers/sindicato e se estenderá através de uma marcha até Brasília onde estarão presentes outros sindicatos de todo o Brasil organizado pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação). Todas as manifestações tem o mesmo objetivo que é exigir o cumprimento da lei do piso salarial dos professores e a luta por uma educação pública de qualidade.   O governo do RS bate o recorde de 835 dias sem cumprir a lei do piso.

Esta luta dos professores aqui no RS remota aos anos da fundação da entidade representativa dos professores, o Cpers/sindicato 1945.  A história de lutas dos mestres nos dar um grande legado de bravura de toda a categoria filiada. O que percebermos ao longo desses 68 anos de existência e luta desta aguerrida categoria uma persistência única que tem gerado e garantido muitos direitos para a categoria. E se não existisse este autentico sindicato que defende os interesses desta categoria tão sofrida e explorada por todos os governadores de todas as siglas partidárias que chegaram até agora ao poder no RS seria uma situação que não podemos avaliar. 

Mas graças à luta do nosso sindicato os educadores e a educação pública deste estado vêm se aguentando a fúria dos nossos governantes ao longo desses anos. A luta ainda não terminou o que nos dar a entender é que os docentes tem uma batalha infindável para defender seus direitos até agora conquistados. E reivindicar novos que vão surgindo, por isso, tem muito que se fazer e organizar como nunca.
Cada chefe do executivo estadual que chega ao Piratini, muitos deles por ajuda do próprio magistério, através dos votos que depositam confiantes que este ou aquele vai ser o melhor, porém após as eleições, estes eleitos eles se voltam contra o magistério. Fazendo de tudo para eliminarem os seus direitos garantidos por lei há anos aos docentes. Os governos travam grandes batalhas judicias intermináveis contra os professores para retirar o pouco do que já existe. Simultaneamente usam a tática psicológica do cansaço, da desmobilização das assembleias, dos atos públicos, ameaças de cortes dos minguados salários, constrangem as reuniões nas escolas e nos núcleos na intenção de minar o movimento. Porém, sendo uma entidade bem organizada partir das bases escolares, não se intimidam continuando na batalha até culminando na assembleia geral que é soberana para a classe dos trabalhadores em educação. Estes não desanimam fáceis e vão até o fim em busca dos direitos e também de uma educação de qualidade. 

No último dia 05 de abril de 2013 o Conselho Geral do Cpers/sindicato aprovou uma pauta de lutas para todo este mês de abril. Veja parte desta pauta para os próximos dias:
conselho geral do Cpers/sindicato


No último dia 05 de abril de 2013 o Conselho Geral do Cpers/sindicato aprovou uma pauta de lutas para todo este mês de abril. Veja parte desta pauta para os próximos dias:
Greve nacional dias 23/24 e 25 de abril de 2013
Dia 23 de abril ato estadual. Concentração no Cpers/sindicato às 13 horas e caminhada até o Palácio Piratini.
Dia 24 marcha em Brasília e audiência no Ministério da Educação.
Dia 25 atividades nos núcleos: vigílias, pressão nas câmaras de vereadores, Ministério Público, CREs, panfletagens nas rodovias, etc.
Dia 1º de maio ato unitário chamado pelo Cpers/sindicato e demais entidades de classes que queiram agregar.
Dias 29/29 e 30 de junho Congresso Estadual do Cpers/sindicato.

 
 A meta é simplesmente formar mão de obra técnica barata para o desenvolvimento econômico sob a batuta de outros que vem de fora do país e que detém o conhecimento de excelência. Estar na hora do povo acordar e principalmente os que jovens que estão adormecidos há muitos anos.
operários
Portanto, o calendário de lutas é amplo e vai gerar uma grande mobilização para todos os professores do RS é um momento fundamental para a categoria mostrar sua força em todos os cantos do Estado e chegando até a capital federal para esta audiência com o órgão máximo que cuida da educação brasileira o Ministério da Educação.  Mais uma vez os professores terão esta oportunidade de lutarem em defesa dos seus direitos e principalmente de uma educação pública de qualidade que está muito longe de ter qualidade ideal para os nossos filhos.

Sabemos que há um desinteresse total por parte dos nossos governantes em custearem pesadamente uma educação de qualidade. Pois sabemos que um povo educado é um povo que dar trabalho e exigem também seus direitos e trabalho de qualidade isto só será possível quando todos os nossos governos colocarem de fato a educação como prioridade das prioridades. Enquanto isso não acontecer sempre seremos um país sem perspectivas de desenvolvimento sólido, por quer temos uma educação deficiente que aperfeiçoa no máximo operário através das propagadas escolas técnicas e uma grande leva de futuros cidadãos semialfabetizados.
 O grande objetivo do governo não é formar pensadores, estes os incomodam. A meta é simplesmente formar mão de obra técnica barata para o desenvolvimento econômico sob a batuta de outros que vem de fora do país e que detém o conhecimento de excelência. Estar na hora do povo acordar e principalmente os que jovens que estão adormecidos há muitos anos.

      

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.