Pular para o conteúdo principal

Um clic mal clicado causam prejuízos irreparáveis.

http://www.analiseagora.com/
Hoje  os humanos passam o dia clicando para se comunicar e trabalhar.
O clic ocorre com frequência e de maneira mecânica na atual era digital, onde tudo funciona em alta velocidade. A partir dos incontáveis clicks, realizados durante apenas segundos, minutos, horas e um dia. Infelizmente muitos deles efetivados de maneira maquinal podem causar prejuízos rápidos e irreversíveis.
Hoje vivemos imergidos, num mundo de verdadeiras avalanches, de informações instantâneas de todas as espécies; em alta velocidade.  Seguidamente nos deixam atônitos e ansiosos para permanecermos atualizados em tempo real. As instantâneas informações e o fazer tudo ao mesmo tempo na mesma rapidez que chegam os intensos dados sem descontinuar nos deixam perplexos e cometemos erros irreversíveis em nosso ambiente de trabalho.
Por isso, acontece uma verdadeira dança de: clicks, click aqui, clic ali, clic acolá, tornando-se um ritmo deveras irritante. Acompanhado de uns estilos sonoros ruidosos desgastantes aos nossos tímpanos. Provocando uma sequência de resultados desconcertantes causando prejuízos de dimensões irreparáveis.


Estes tsunamis de informações podem atrapalhar o que estamos fazendo, pois exige concentração, prudência para produzirmos um trabalho de qualidade e dentro dos padrões rigorosas das normas técnicas que convém ser produzidos então jamais poderá vacilar e sair do foco principal das nossas metas.
É nestes momentos tensos que pretendemos na exasperação fazer tudo ao mesmo tempo em que às vezes um “click” instintivo podemos provocar transtornos imagináveis de consequências ao estilo em proporções, de um terremoto cibernético. Isto logo após executarmos esta ação mecânica, não tem como mais concertar e principalmente quando isso acontece em momentos delicados de abrir e-mails, postar alguma coisa na internet ou outras operações online, que se tornam irreversíveis uma correção mesmo fazendo um esforço colossal não se consegue mais resolver e as contornar, porém os estragos são irreparáveis de uma simples ação displicente.
Existem momentos do dia que exigem muita atenção para executar um clic, é a hora quando ligamos o computador e vamos ler os e-mails, muitas vezes a nossa caixa está lotada, aí que reside o grande perigo de darmos um clic instintivo e estragar o dia. Muitos destes e-mails são os abomináveis spans (lixo eletrônicos que, deveria haver punições severas quem pratica este tipo de crime cibernético)  a maioria deles carregados de vírus perigosos que detonam o computador e sequestram os arquivos imprescindíveis aos afazeres do cotidiano, contendo informações de trabalhos e de privacidades.
 
http://www.analiseagora.com/
A imagem mostra o e-mail a correspondência da era digital. 
Por isso, muito cuidado ao abrir estas correspondências ameaçadoras. A melhor maneira é prestar atenção da procedência e se forem suspeitas deletar sem hesitação. E nunca cair na tentação de fazer um clic por curiosidade o prejuízo acontecerá seguidamente.
Outra situação que requer cuidados redobrados é o momento de postar alguma coisa de sua autoria ou não na internet. Quando escrevemos um artigo sobre qualquer assunto, brota uma grande ansiedade em querermos postar o mais urgente possível e muitas vezes esquecemo-nos de revisar várias vezes o que seria mais prudente. Parece que vem uma tentação de postar logo por que; pensamos que poderá correr o perigo de se tornar velho e ser algo obsoleto. Postar sem revisão ou revisar superficialmente é maior negligencia imperdoável, pois as consequências são também imperdoáveis pelos internautas. Nunca em hipótese alguma podermos cair nesta leviandade de pensar desta forma de clicar compulsivamente para publicar algo de maneira inconsequente.
Isto só poderá acontecer através do um acidente infortúnio de um clic. Pois, qualquer ser mortal humano não está imune a acidentes. Resta permanecer em serenidade, entrar no desespero tende a piorar as coisas. E esperar os resultados acontecerem, geralmente vem como a força de um furacão na intensidade de categoria 05, o mais devastador.


Após a consumação do fato e quando vai para a rede não tem mais concerto. Mesmo que depois se reverta para rascunho e reedite a impressão da primeira publicação é a que vai ficar para os leitores. Além disso, devemos ter o máximo de cuidado em tudo que clicarmos para determinar uma publicação, depois do ato feito ficará muito mais complicado em reconcertar o feito mal feito.

Lembre-se de você tem todo o tempo do mundo para clicar para executar uma publicação e estar consciente do que vai postar na rede. O mundo virtual também terá mais tempo e mais pessoas do mal, o suficiente para infernizar sua vida; multiplicando em milésimos de segundos uma publicação acidental depois de um click automático de consequenciais imagináveis.
A internet ainda é um faroeste sem lei, terra de ninguém. Óbvio que temos regras rígidas e importantes, que são diferentes de país para país. Entretanto, mesmo assim muitos tentam infringir estas legislações que regulam as navegações nestes imensos oceanos virtuais desconhecidos, repletos de bons e maus navegadores.  No entanto, todas as precauções são poucas no momento de postar ou clicar em sites e e-mails que não conhecemos ou fazer downloads que são legitimas bombas destrutivas para nossas máquinas.


http://www.analiseagora.com/
A imagem mostra alguém digitando textos no computador 

Portanto, há inúmeras outras situações em que um click efetivado através de simples descuido ou em razão de  vários motivos causam prejuízos irreparáveis na vida pessoal,no trabalho e na empresa. Dependendo em quais circunstancias foi clicado podem trazer sérios danos irreversíveis. Quantas vezes acontecem um dia de trabalho na empresa, no escritório foi totalmente perdido. Existem outras ocasiões que uma atividade mais complexa, que consumimos muita energia humana de um dia, dias, ou semanas exaustivas de trabalhos intensos e pela ansiedade de concluirmos em vez de clicar em arquivar, salvar, clicamos em deletar e tudo vai parar na lixeira sem chances de recuperação.

Quem é “ Expert” em informática consegue depois de um longo tempo recuperar, mas nem todas as pessoas são especialistas nesta área, compreendem apenas o básico, então não sabem como rever um trabalho que às vezes levou um grande tempo para ser produzido e num piscar de olhos é excluído.  Todo um trabalho que exigiu um grande esforço simplesmente vira um tempo perdido e com isso somam-se vários sentimentos que surgem ao se fazer uma ação desta configuração prejudicial. No entanto, muita atenção com os apelos instigantes da dança dos clicks em atividades online ou offline que poderão trazer grandes prejuízos inesperados na era da informática e suas parafernálias de seguranças que em muitas ocasiões são inócuas.💻✉