Pular para o conteúdo principal

Educação pública do RS é preocupante

A educação no RS sempre está em plena e interminável “peleia” como se costuma dizer por aqui, também não podia ser diferente. O ano letivo na rede pública estadual começou sem novidades a que viesse beneficiar tanto os professores quanto aos alunos. A realidade é de fato cruel, até hoje o chefe do executivo não cumpriu com o pagamento do piso nacional dos professores. O estado continua não cumprindo esta lei federal e cinco estados da federação permanecem encontrando desculpas e mais desculpas para o não cumprimento da lei. Enquanto, isso os professores amargam recebendo um salário de fome.
escola interditada

ESCOLAS INTERDITADAS NO RS RISCO DE INCÊNDIO


A educação no RS sempre está em plena e interminável “peleia” como se costuma dizer por aqui, também não podia ser diferente. O ano letivo na rede pública estadual começou sem novidades a que viesse beneficiar tanto os professores quanto aos alunos. A realidade é de fato cruel, até hoje o chefe do executivo não cumpriu com o pagamento do piso nacional dos professores. O estado continua não cumprindo esta lei federal e mais outros estados da federação que  permanecem encontrando desculpas e mais desculpas para o não cumprimento da lei. Enquanto, isso os professores amargam recebendo um salário de fome. Os famosos precatórios sem previsão de pagamento, talvez os descendentes da terceira geração, que já não serão mais professores, estão em outra profissão, provavelmente tenham direito a receber. Esta geração de professores certamente não receberá um direito garantido na justiça, por quer sempre encontram meios para postergar eternamente o pagamento destes precatórios aos seus legítimos donos.
O ano letivo no RS iniciou em situação de risco para muitos alunos. Várias escolas estaduais sendo interditadas, através de vistorias realizadas pelo corpo de bombeiros, que detectaram iminentes riscos de incêndio e muitos problemas estruturais colocando em risco a segurança dos alunos.  Isso que os Estado ainda esta passando pelo trauma da boate Kiss no município de Santa Maria,que até agora já vem ceifando precocemente a vida de 140 pessoas.  Já imaginaram, se uma nova tragédia viesse ocorrer logo em um ambiente educacional, aqui no estado? Que Deus nos guarde e nos livre de mais uma tragédia desse porte!. Graças à atuação dos zelosos e bravos diretores dessas instituições  de ensino tomaram as providencias prudentemente para evitar mais uma tragédia com desdobramentos impensáveis. Além disso, existem outras situações de precariedades nas escolas a falta de funcionários,reparos de todos os tipos,instalações  hidráulicas,elétricas precárias. Há legítimos ambientes inadequados que prejudicam qualquer trabalho pedagógico dos profissionais em educação. Tudo isso contribui para desestimular professores e alunos há retornarem um ano letivo na alegria, na satisfação, na segurança e no gosto pela a aprendizagem.
Em função destes desmandos na educação do RS, a entidade representativa dos professores o Cpers/Sindicato, está convocando a categoria para uma assembleia geral dos professores e funcionários de escolas, no próximo dia 08/03/2013, às 14 horas no Auditório Araújo Viana, em Porto Alegre, para discutirem e aprovarem  uma pauta de reivindicações, pré-aprovada pelo Conselho Geral que são as seguintes:

        VAMOS EXIGIR O QUE É NOSSO!
Cpers/Sindicato, está convocando a categoria para uma assembleia geral dos professores e funcionários de escolas, no próximo dia 08/03/2013, às 14 horas no Auditório Araújo Viana, em Porto Alegre para discutir e aprovar uma pauta de reivindicações, pré-aprovada pelo Conselho Geral que são as seguintes:
cartaz da assembléia
·       Piso salarial para professores e funcionários
·       Manutenção das nossas carreiras
·       Nenhum direito a menos para os trabalhadores
·       10% do PIB para a Educação Pública, já!  (fonte: Cpers/Sindicato)

A educação publica neste país historicamente nunca foi e nunca será prioridade. O que percebemos é  uma temível realidade, um caminho sem volta. Pense bem, tudo  que tem relação a educação  é problemático, não tem dinheiro, vai quebrar o município, o estado, o país. Para outras banalidades até geradoras de corrupção, em todas as esferas administrativas do Brasil, existem montantes exorbitantes de dinheiro.
No entanto, quando se trata de educação fecham-se todos os canais e possibilidades para mudar esta humilhante situação da educação pública em nosso país.Simplesmente não tem dinheiro para investir pesado na educação,tem para outras coisas inúteis e geradoras de votos,menos para o bem maior da nação,a educação de qualidade.


A educação privada além de não está lá essas grandes maravilhas, é um excelente negócio no Brasil. Poucas pessoas podem arcar o alto custo de uma escola particular para seus filhos. Resta simplesmente a opção do ensino público, um direito que está previsto na nossa lei magna, a Constituição Federal e todos seus dispositivos que garantem uma educação pública gratuita e de qualidade.
Contudo fica simplesmente no papel, ou nas meras propostas de campanhas eleitorais. Neste momento a educação é tratada como prioridade e logo após a apuração do pleito, quem foi eleito esquece-se do prometido nos palanques eleitorais de todo o Brasil. Todos são surtados por uma "amnésia" proposital, ninguém mais se lembra das propostas de melhorias para educação do seu município, estado ou do Brasil.
Observe que cada ano, cada década a educação no Brasil anda em marcha-ré, em alta velocidade, rumo ao um precipício sem fim, com consequências imprevisíveis para o futuro dos nossos estudantes ao mercado de trabalho e pensadores e pesquisadores em todas as áreas do conhecimento humano. Um país que não valoriza a educação, que sempre procura mecanismos para desmotivar, o atual profissional em educação e não incentivar a formar novos mestres; está fadado a perecer na escravidão da ignorância.


                                         Vídeo sobre as principais duvidas da lei do piso-YouTube


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.

Você já rotulou alguém de burro?

Esta atitude é preconceituosa, machuca o sentimento de outrem, pare com isso.
Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.  Esta expressão preconceituosa já feriu e continua ferindo o sentimento de muita gente. Atualmente o preconceito vem sendo praticado de maneira escancarada, e com muito mais força, do que em outras épocas. A hostilidade entre as pessoas sempre existiu de forma velada no país, mas agora está passando dos limites nas redes sociais. Provavelmente em certos momentos da vida, alguém já o chamou de “burro”, na pura intenção de ofe…