Pular para o conteúdo principal

A banda larga brasileira lenta e mais cara do mundo.

http://www.analiseagora.com/

Paga-se caro para receber péssimo serviço de navegação.

As telecomunicações o filé do patrimônio nacional foi privatizado a preços irrisórios, presta aos consumidores um serviço caro e de péssima qualidade. Tudo em função da ganância das concessionárias que somente pensam em lucrar sem investir em modernizações do setor. Todos   tem uma internet lenta e mais cara do mundo.  O setor estratégico nacional que foi vendido para as empresas estrangeiras em troca de prestar um serviço de qualidade está aquém do prometido. Os compradores asseguraram revolucionar este setor que de fato estava estagnado e concentrado nas mãos de poucos usuários. Porém, até agora o que se percebe é o enriquecimento das operadoras e péssimos atendimento aos usuários e deterioração do sistema das telecomunicações em todo o país.

O telefone fixo antes da privatização era uma poupança sólida.

Antes da privatização quem possuía uma linha telefônica fixa no Brasil, possuía de fato uma sólida poupança. E podia barganhar vários negócios no mercado financeiro e imobiliário. Existia em sua contabilidade uma gorda fatia segura de seu patrimônio. Nesta época era obrigatório declarar ao Imposto de Renda. As linhas telefônicas eram acompanhadas de um grande número de ações, que cambiando em dólares passavam dos 10 mil dólares. Administrado nas bolsas de valores através do sistema TELEBRAS. (Criada em 11/07/1972 até 29 de julho de 1998 com a privatização).

Ações valorizadas, sem dúvida era um ótimo negócio para fazer transações no sistema financeiro e penhoravam-se as mesmas ações, na compra de automóveis e até na compra da casa própria. Eram sem dúvida uns excelentes lastros financeiros do cidadão, dono de uma ou várias linhas telefônicas no Brasil. Felizmente este monopólio terminou com a privatização do sistema de telecomunicações do Brasil. Em 29 de julho de 1998. O governo do Brasil fez a privatização das telefonias entrando no chamado processo de universalização das telecomunicações para todos. Antes para se comprar uma linha de telefone fixo o cliente se escrevia e esperava até seis anos para adquirir, enfrentando uma longa fila de espera. Pagava-se para ao sistema TELEBRAS o equivalente a 1 mil dólares para se obter uma linha telefônica fixa. Hoje tudo é automático, mas com uma tarifa amarga para todos os consumidores.

Telefones analógicos e caros. Telefone móvel nesta época não existia, coisa futurista.  Os primeiros eram vendidos a preços quem só podia comprar eram os grandes empresários. Sistemas em fase de testes; eram totalmente analógicos. As primeiras operadoras eram praticamente dona de tudo, não havia portabilidade o usuário rico, ainda ficava refém das operadoras. Após a flexibilidade dos contratos entre operadoras e usuários, criaram um sistema de fidelidade onde os usuários ficariam reféns da mesma forma, porém por um tempo menor quem rompesse o período de cativeiro do contrato, pagava uma multa altíssima. Logo em seguida estes mercados de telefones móveis expandiram de uma maneira veloz, porém sem muitas condições técnicas que proporcionassem uma comunicação de qualidade.

A facilidade em comprar telefone móvel. É claro que hoje ficou muito mais fácil chegar a qualquer ponto comercial e adquirir um chip de telefone móvel de qualquer operadora. Porém com um detalhe os chips geralmente vêm com alguns créditos e muitos vendem zerados. Obrigando o consumidor a comprar, comprar, comprar, sem parar. Alimentando a riqueza das operadoras e o pior de tudo é quando eles vendem uma linha telefônica ou uns chips para localidades onde não tem sinal. Em 2012 todas as operadoras foram multadas e proibidas de comercializarem novas linhas e chips de telefone em todo o país até regularizarem a situação. Ninguém garante que de fato esta situação foi resolvida definitivamente. Já temos conhecimentos que tem operadora já reincidente.

As diversas utilidades do telefone móvel menos para a comunicação: O Brasil pode ter 263 milhões de telefones móveis vendidos, (dados da ANATEL, fevereiro 2013) mas o que se constata é que entre estes milhões existentes, há muitos telefones que tem outra finalidade, menos de promover uma comunicação verdadeira e eficaz. Tudo isto devido ao alto custo das ligações. Então, muitos destes servem apenas de brinquedo para muitas pessoas, especialmente os jovens dependentes dos pais. Muitos compram um aparelho de última geração, porém não tem dinheiro para comprar créditos para fazer uma comunicação de eficiente as necessidades. Muitos usam como: lanternas, calculadoras, jogos, GPS, bússola, cronometro, conversor, fuso horário, sintonizar rádios, câmera fotográfica, ouvir músicas, despertadores, agendas para lembretes e assim por diante. Geralmente o que se faz é os famosos SMS, “me liga” e ligar a cobrar. Esta é a função dos milhões de aparelhos telefônicos móveis do Brasil. Tudo isso por quer a telefonia móvel neste país é caríssima. Quem usa realmente e paga um preço altíssimo são os trabalhadores e todos que dependem para seus negócios e comércios para deixar recados, dizendo me liga de volta, já que os créditos estão acabando. As diferenças de preços pelo mundo em comparação com o Brasil é um absurdo pagamos muito caro por quase nada.

Sistema em crescente deterioração: Quando do momento em que ocorreu a privatização deste serviço público estas empresas e grupos estrangeiros que compraram o serviço de telefonia e internet, prometeram uma revolução nestes serviços de utilidade pública, prometeram solucionar todos os problemas anacrônicos da telefonia brasileira e modernizar este serviço implantando uma tecnologia de ponta para levar sinal de telefonia móvel para todos os pontos do Brasil e principalmente uma internet de alta velocidade a preços competitivos entre as operadoras. Não é o que temos visto a cada ano, em vez de melhorar os problemas já conhecidos, há um crescente agravamento da situação parecendo irreversíveis. O que temos hoje é uma internet mais cara do mundo. Os preços são exorbitantes, tornando-se componente de luxo para poucos brasileiros.

Internet, cara e lenta: A internet que temos em nosso país é a mais cara e lenta do Planeta Terra. Eu sei que existem várias publicações denunciando esta precariedade do serviço de internet, mas mesmo assim, quero produzir e exprimir para o Brasil e o mundo está publicação indignada, denunciando o péssimo serviço de banda larga que recebemos em nossas casas e empresas. Além de recebermos um serviço caríssimo, não funciona como deveria. Quando compramos um plano, geralmente as operadoras se comprometem em instalarem um serviço de excelente qualidade em velocidade; prometendo os megas de velocidade, mas no real recebemos menos do está no acordado, ou talvez pela lentidão, bem menos do que é vendido. Os consumidores sempre saem perdendo, se paga caro e recebe um serviço de péssima qualidade sob todos os aspectos. 

A internet mais cara e lenta do mundo é do Brasil.



A velocidade que gera irritação: A nossa internet banda larga brasileira que pagamos mensalmente poderia se chamar de banda estreita ou banda larga enferrujada. A mesma tem uma velocidade a passo de tartaruga, ou a velocidade menor do que a lentidão, da tartaruga e do Bicho-preguiça. Caindo a todo instante provocando prejuízos e irritação a qualquer usuário que depende da mesma para seus trabalhos. Uma velocidade andando quase parando que tira qualquer humano fora do sério por mais calmo que a pessoa seja. Despertam sentimento de indignação e de impotência diante de uma situação quando verificamos que não há alguém das operadoras que resolvam as mais diversas situações que implicam em diminuir a qualidade nos serviços prestados. A empresa reguladora dos serviços públicos de telefonia deveria assumir uma atitude impactante diante dos descasos destas empresas de telefonia e internet que não resolvem as pendências dos consumidores.

Usuários compram um pacote de velocidade e recebem outro: A situação da internet é abstrusa em todas as operadoras do Brasil. Elas vendem seus pacotes prometendo uma velocidade plena e chega o mínimo do combinado. No momento do contrato de compras e vendas prometem uma velocidade altíssima, mas liberam para os clientes uma velocidade fora do acordado. Geralmente recebemos uma velocidade que provoca tédio e não se consegue fazer absolutamente nada e trabalhar em tranquilidade sem se irritar. O ritmo de velocidade da internet no Brasil é incompatível a demanda dos consumidores. Falta compromisso sério com os consumidores, elas não investem em tecnologia de ponta para venderem um serviço de excelência. É um tempo superlento; hoje pouca coisa funciona com eficiência. Temos a sensação de estarmos sendo ludibriados e voltando aos tempos dos telégrafos.


Confira um estudo feito e publicado pela empresa “Pando Networks”, sobre a velocidade da internet no mundo, e de acordo com este estudo o Brasil está péssimo.
*A velocidade média da conexão à internet no Brasil, de 105 kilobits por segundo, coloca o país em 164º em um ranking mundial divulgado pela “Pando Networks”, empresa especializada em distribuição de arquivos digitais. A média mundial de velocidade, de 508 kbps, é cinco vezes maior que a média nacional. O estudo levou em conta a transferência de 35 petabytes de informações digitais. Foram 27 milhões de downloads feitos por 20 milhões de computadores em 224 países e territórios. A medição foi feita entre janeiro e junho de 2011.
De acordo com o estudo, a Coreia do Sul tem a maior velocidade da internet mundial, com 2.202 kbps. Em segundo lugar estão a Romênia (1.909 kbps) e a Bulgária (1.611 kbps). A velocidade média nos Estados Unidos, que ficou em 26º no ranking mundial, é de 616 kbps.

A Pando Networks divulgou ainda um estudo mostrando a velocidade de conexão por cidades. A amostra de downloads de cada município é pequena, mas a cidade de Itapema, em Santa Catarina, teve o segundo pior resultado em todo o mundo, com 61 kbps de velocidade média, apenas à frente de Algiers, na Argélia, que teve 56 kpbs, e pior que Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, com 62 kbps*.  (Fonte pando Networks)

O descaso com o usuário de internet merece Oscar da ganância.


http://www.analiseagora.com/
o wi fi ajuda a comunicação em grupo 

O descaso com os usuários de internet no Brasil: Essa é uma realidade da situação em que se encontra a internet no Brasil. Existem localidades onde a velocidade da internet no país merece um “OSCAR” da incompetência e da ganância. Contudo a lucratividade das operadoras não é igual à velocidade que apresentam para estes usuários. Porem todas assumiu um compromisso de venderem uma internet moderna e de alta velocidade. No entanto, até agora todos os usuários são explorados e enriquecem as operadoras pagando por um serviço caríssimo e não recebe em compensação a qualidade. Não adianta pular de uma operadora para outra, atrás de grandes vantagens que não existem. Praticamente são todas iguais em sua essência. Há de convir que existam mínimas diferenças entre uma e outra, mas no andar da carruagem, surgem os pormenores que levam a incompetência e o lucro abusivo das operadoras.


O consumidor espera ação enérgica do governo: Quem deve ser enérgico com estas empresas sem dúvida é o governo via a empresa reguladora, das operadoras prestadoras dos serviços públicos essenciais, neste caso as telecomunicações. Que não podem simplesmente visarem os lucros sem investirem amplamente neste setor essencial a economia do país e comunicação que faz parte da vida de todos os cidadãos brasileiros. Nós cidadãos usuários sem dúvida temos a obrigação de fazer a nossa parte como consumidores pedir socorro aos órgãos de defesa para que nos ajudem a resolver esta questão delicada que mexe arduamente em nosso bolso mensalmente para se conseguir algo de qualidade e não temos. Já está na hora do governo entrar veemente nesta questão isentando os consumidores de vários impostos que ajudam a onerar ainda mais os preços das telecomunicações para todos os usuários brasileiros e cobrar das operadoras modernizações em todo o sistema de telefonia e internet neste país.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença sentimento negativo presente nas relações humanas.

A indiferença está presente na vida humana e   setores da sociedade. A indiferença um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimentonegativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos.
Podemos perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. No plano social há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos humanos reagirem indiferentemente frente os problemas alheios. No âmbito governamental o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente entre nação dominante …

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.