Pular para o conteúdo principal

Salário minimo do Brasil é para rir ou chorar

 O NOVO SALÁRIO MINIMO DO BRASIL

Imagem do valor do salário minimo  brasileiro para 2013.Cada anúncio que o governo faz a respeito do aguardado salário mínimo anual, os trabalhadores leva um grande choque neste momento entram em perturbação comportamental devida o debochado comunicado oficial do salário mínimo nacional com todos os rituais hipócritas como manda lei. À indignação é tamanha que entram numa tremenda confusão financeira e emocional. Não sabe se choram de vergonha por receber um salário de fome de R$ 667,75; para manter a si e seus dependentes.  Simplesmente fica estarrecido e impassível diante de um infame aumento de 7.35% em seus parcos rendimentos. A partir deste instante não sabe se qual é a melhor opção: chorar, rir, gritar de raiva ou de vergonha. Esta situação de ansiedade se repete de 1938 quando o Presidente Getúlio Vargas criou o salário mínimo no Brasil e hoje é regulamentado pela LDO, Lei de diretrizes orçamentárias.
salário mínimo
Todo anúncio que o governo faz a respeito do aguardado salário mínimo anual, os trabalhadores leva um grande choque neste momento entram em perturbação comportamental devida o debochado comunicado oficial do salário mínimo nacional com todos os rituais hipócritas como manda lei. À indignação é tamanha que entram numa tremenda confusão financeira e emocional. Não sabe se choram de vergonha por receber um salário de fome de R$ 667,75; para manter a si e seus dependentes. Simplesmente fica estarrecido e impassível diante de um infame aumento de 7.35% em seus parcos rendimentos. A partir deste instante não sabe se qual é a melhor opção: chorar, rir, gritar de raiva ou de vergonha. Esta situação de ansiedade se repete de 1938 quando o Presidente Getúlio Vargas criou o salário mínimo no Brasil e hoje é regulamentado pela L.D.O, Lei de diretrizes orçamentárias.

Quando promulga o valor do mínimo o trabalhador, não sabe se rir para não ficar triste e começar pensar nas contas que tem para honrar a cada mês e a comida para colocar na mesa; isso pode desencadear um processo depressivo sem volta. O melhor seria protestar, gritar, ir às ruas e exigir um salário digno que pudesse prover seu sustento e da família dignamente. Porém isto é coisa totalmente fora de cogitação dos planos dos trabalhadores brasileiros, irem às ruas protestarem por alguma coisa. Principalmente nesta época do ano; quando todos estão encantados, empanturrados de comidas especiais e até mesmo embriagados através dos excessos de bebidas alcoólicas, das festas natalinas. Porém, quase ninguém nem se dão por conta de um fato de tamanha relevância que terá efeitos devastadores e imprevisíveis, em seus orçamentos e as finanças futuras durante o ano de 2013. Quando tomarem ciência de tudo já é fato consumado. O DIEESE (departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos) projetou um salário mínimo de R$ 2.873,56. Este salário calculado pelo DIEESE é um legítimo sonho do trabalhador brasileiro, que dorme e sonha com um salário digno, ao despertar volta para o real pesadelo de um mínimo de fome. Levando em consideração os cálculos do governo que se soma várias variáveis e índices como: índice de crescimento, de PIB, (2,73%), inflação do ano anterior (4,5%) e com esta soma o trabalhador receberá este ínfimo salário. Os trabalhadores do Brasil nunca irão alcançar os índices ideais do mínimo calculado pelo DIEESE.

Imagem de alguém contando seu ínfimo salario mínimo e preocupado com o futuro de suas finanças.
contando dinheiro
O governo tem seus índices incompreensíveis e aproximar-se a um resultado final aplicando como indexador do salário do trabalhador e dos aposentados que ganham até um único salário mínimo. Para chegar a este valor ridículo para um país que faz lambança como sendo a sexta economia mundial eles travam uma sínica batalha interminável na Câmara e no Senado federal para discutir um mísero aumento aos assalariados. Eles fazem este debate que levam dias e dias incluindo a maior pericia para não correr o risco de quebrar a previdência e levar o Brasil a bancarrota.

Analise agora em que posição o nosso país se encontra no mundo entre os maiores e os piores salários mínimos. Pela riqueza que temos e se o dinheiro arrecadado pelos pesados impostos, que se transformam em colossais cifras e se estas astronômicas somas não fossem desviados para abastecer a corrupção abjeta, de pessoas e grupos idôneos devoradoras dos bens públicos. Sem sombra de dúvidas o salário do trabalhador alcançaria rapidamente os cálculos do DIEESE sem problemas. No entanto, há o fator político por traz de toda esta situação de penúria em relação ao salário, mínimo do Brasil. simplesmente não existe vontade política para introduzir uma justa distribuição de renda equitativamente, começando através do pagamento de um salário justo ao trabalhador que produz com sangue e suor a fortuna deste país. Uma vez que, fica concentrada nas mãos de poucos e os demais são escravos, para manter a riqueza desta meia dúzia de avarentos. Porém o aumento que o governo paga aos trabalhadores anda mais lento do que o caminhar de uma tartaruga ou de um Bicho-preguiça.
imagem de uma moeda de um real simbolizando o pequeno salario que um trabalhador brasileiro ganha em relação aos parlamentares que fixa os seus próprios salários.
o valor do mínimo brasileiro


 O mais revoltante é quando os mesmos parlamentares vão votar seus próprios salários. Estes sem escrúpulos, em sessão relâmpago votam seus generosos salários sem muitas discussões, sem dizer que a previdência social vai à falência ou que o país vai quebrar. Atualmente um deputado federal recebe dos cofres públicos abastecidos com os impostos dos trabalhadores que recebem um salário pífio. Um valor de R$ 26.723,13, fora os subsídios pagos, que é um verdadeiro desperdício do dinheiro público, pago com os tributos da sociedade. O salário que o governo concede a um trabalhador não paga, um café da manhã ou um champanhe francês, de um parlamentar brasileiro em suas luxuosas festas e comemorações após uma votação quando fixam um salário de fome para os trabalhadores brasileiros.




Por tanto, quando é anunciado o ínfimo salário há uma remarcação de preços silenciosa em todos os setores da indústria, comercio, serviços. Além do mais ,quando é pago a remuneração quase o trabalhador, não percebe diferenças em seus contra cheques porque os aumentos já corroeram o poder de compra do salário de um a dois meses de antecedência. Consequentemente o trabalhador recebe um salário mínimo que não tem mia poder de compra. Desta forma o trabalhador brasileiro está sempre correndo contra o tempo,isto é correndo para acompanhar a inflação que já está embutida no salário mínimo.O mais preocupante de tudo isso é que as autoridades da área econômica não criam mecanismos para estancar esta situação de corrosão do salário mínimo antes mesmo do trabalhador receber em seus contra cheques. O que resta para cada trabalhador brasileiro é fazer grandes aprendizados econômicos ao longo do ano para administrar bem seus negócios e suas contas. Fazer um bem planejado orçamento levando em consideração a quanto ganha e o que pode gastar. Assim, poderá honrar todos os seus compromissos tendo um controle das receitas e despesas; para não ter problemas futuros.

Comentários

  1. Meu amigo, aqui em Portugal o salário mínimo também só dá para chorar.
    Por essa e outras é que eu defendo uma democracia participativa. Se todos participássemos na política, esta seria mais justa e equilibrada. Veja o sistema suíço, pode ter alguns defeitos, mas no geral serve o povo.
    Cícero, que tenha um bom fim-do-mundo:) Mas sobretudo, passe um santo Natal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amigo Paulo!
      Parece que a questão salarial é um sério problema para os trabalhadores do mundo. Cada vez mais, concentração de renda nas mãos de poucas pessoas ganhando exorbitantes somas; e milhões de pessoas de todos os países ganham menos e menos. Como tu falastes a pouca participação política é um ingrediente a menos de pressão para exigir equidade de renda. Desejo nas próximas horas “um belo fim de mundo”, mas principalmente, um feliz natal e um 2013 repleto de sucesso em todas suas metas almejadas.

      Excluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante.

Postagens mais visitadas deste blog

Vender cosméticos é excelente opção para derrotar a crise econômica pessoal e familiar.

Alternativas para derrotar a crise econômica.  Nos momentos de crise econômica não se pode permanecer parado. A venda direta de cosméticos ao consumidor é uma ótima opção de renda e ganho rápido. Não adianta permanecer parado em situações de crise econômica que afetam diretamente o núcleo familiar e pessoal, esperando as coisas acontecerem sem partir para uma incisiva ação. Esta atitude não resolverá em absolutamente nada. Pelo contrário provocará desanimo, ansiedade e muitas doenças imagináveis que impedirá de fazer qualquer coisa. Neste momento são necessárias atitudes ousadas, criativas, sobretudo muito esforço visando aumentar a renda mensal.
Melhor do que pensar em fazer empréstimos neste momento para quitar dívidas, somente irá piorar a situação para todos. Ao mesmo tempo entrar numa bola de neve monetária sem fim, para somente enriquecer os bancos e financeiras.

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença um sentimento negativo presente nas relações humanas.

A indiferença presente nos diversos setores da vida.A indiferença um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimentonegativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos.
Podemos perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. No plano social há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos humanos reagirem indiferentemente frente os problemas alheios. No âmbito governamental o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente entre nação dominante em relação à naç…