Pular para o conteúdo principal

Fenômenos estranhos no Brasil.



EM ÉPOCA DE CAMPANHA ELEITORAL NO BRASIL MUITOS FENÔMENOS ESTRANHOS OCORREM DESDE O OIAPOQUE AO CHUI.


coisa bizarras rondam as casas dos eleitores brasileiros  

A cada período eleitoral de dois anos no Brasil ocorrem fenômenos estranhos.  Amigos sumidos reaparecem do nada como um fantasma promovendo congratulações, apertando as tuas mãos,abraçando,enviando e-mails, correspondências,prometendo coisas inexecutáveis.  Prometem resolver os envelhecidos problemas do bairro, da cidade, estado e do país. Exemplos: eliminar a corrupção em todos os setores administrativos, a criminalidade, os antigos esgotos a céu abertos, a falta de creches, solucionar todos os problemas da educação e da saúde, modernizar o transporte coletivo, etc. Estes fenômenos são sazonais durante o período eleitoral brasileiro. O mais impressionante é que aparecem nas casas vários tipos de candidatos caracterizados de tudo chegando ao extremo do ridículo para pedir voto. Faz parte da festa e do jogo democrático para todos os candidatos conseguirem se elegerem ou aqueles que tentam uma nova reeleição.

Chega a ser cômico durante o período eleitoral no Brasil. Nesta época brotam os postulantes a um cargo eletivo como se fossem fenômenos bizarros entre a população. As ciências como a psicologia, psiquiatria, ou teorias filosóficas da fenomenologia tem uma ampla dificuldade para explicarem estranhos comportamentos dos candidatos.   Pessoas burlescas aparecem diariamente com segundas intenções eleitoreiras aproximam-se e tentam extraírem o teu voto de qualquer maneira. Existem aqueles amigos de infância, mas que são conhecidos e sumiram do círculo de amizades. Mesmo você os vendo todos os dias eles fazem questão de evitar uma aproximação para evitar dar um oi e passam por ti de nariz empinado submergindo na arrogância.  Nesta sazonalidade de amizades interesseiras aqueles mesmos que te rejeitam todos os dias, se aproximam com a maior ‘cara de pau’, sem o mínimo de constrangimento e com a maior falsidade inexplicável, caindo à arrogância dar um grande abraço, iniciam diálogos atuais sem muito domínio e conversam sem muito fundamento, sobretudo querendo ser o teu grande amigo para atingir o alvo principal o voto. A partir deste momento começam mandar convites de amizades através das redes sociais. Fazem uma explanação dos planos de governo descabido e afirmam, mesmo assim, que vão transformar a sociedade brasileira e o mundo.

O mais comediante é que ao longo dos últimos dois anos sem campanha eles fazem de tudo para permanecerem no anonimato. Morando no mesmo município, no bairro, ou condomínio vive sem te cumprimentar, às vezes passando todos os dias no mesmo lugar, na mesma rua, trocam de trajeto para não ver tua face. Trocam os números dos telefones e faz de conta que não te conhece.
Muitos candidatos até trabalham no mesmo local e nunca foram capazes deram um bom dia ou boa noite. Perguntar se ainda vive e muito menos estabelecer uma relação de amizade desprovida de interesses. Também existe nesta estação mendigando votos, uma “plêiade” de seres humanos, excêntricas chegam às casas, nos bairros; logo estes que nunca foram capazes de visitar durante dois anos ou em toda a vida. Estes candidatos sem muita cerimônia mandam caricaturas de “santinhos” e no verso destes, vem impresso o perfil e seus projetos mirabolantes para fazer o convencimento em conquistar do voto.

fenômenos estranhos e ridículos ocorrem por todo o país  

Candidatos que às vezes são meros propagadores de uma sigla partidária sem as mínimas chances de serem eleitos. Alguns são semialfabetizados e nem tem o conhecimento de seus próprios direitos como cidadão. E chegam pousando de conhecedores de tudo até propondo projetos de lei que vai do incomum ao ridículo.
Se questionar o que é uma lei ou um projeto de políticas públicas. Ele vai responder mais ou menos assim: é algo de comer, beber, ou alguma moda nova no mercado, algo importado, um objeto que pode ser é sólido, liquido, ou gasoso, etc... São respostas desta estirpe para frente. Tudo isso faz parte dos fenômenos que acontecem extraordinariamente no Brasil na corrida em busca do voto. 
Aparecem também os exóticos (que nunca leram uma frase de Karl Marx, mas se apresentam como exímios conhecedores de "o capital" ) as suas teses são meros textos sem fundamentos ou folhetins socialistas e marxistas obsoletos a realidade, mas procuram impor como sendo novas e que não servem a atual conjuntura nacional e mundial. Surgem outros tipos querendo empurrar de goela a baixo suas doutrinas ideológicas sem ao menos terem a elegância de perguntar se a pessoa aceita ou não. Há também os cínicos, aqueles tipos disfarçados que usam uma estratégia de camuflagem. Estes são ricos e nesta época se fazem de pobres, visitam até os barracos, favelas, fazem refeições, dão risadas,conversam,brincam,vestem se com roupas de pobres, chinelo de dedos, se possível, andam maltrapilhos para conseguir um voto dos favelados, os mais necessitados. Tem outra classe de candidatos que são pobres e disfarçam que são ricos e chegam até visitar e agendar reuniões com empresários tentando conquistar este nicho muitas com sucesso dependendo da retórica. Existem os deselegantes que entopem as caixas dos correios com propagandas e suas absurdas propostas, parecem quererem subestimar a nossa inteligência. Fica uma pergunta no ar como conseguem os nossos endereços e não os conheceremos? Neste período de caça ao sufrágio eleitoral nos deparamos com fenômenos jocosos em todos os recantos deste país desde ao Oiapoque ao Chuí.

                                             Mistério da meia noite/zé ramalho/Youtube



Portanto, não se assustem com estes fenômenos hilários que acontecem em nosso país. Sãos os jeitos engraçados e cômicos para não dizer trágicos, que fluem durante estes dois meses de campanha eleitoral repleta de muitos barulhos e discussões na corrida desesperada, a cata do eleitor. É o preço da democracia participativa, que vem junto um pacote completo, é a hora de fazer a seleção de que tem condições ou não de administrar sua cidade, estado e o país. Cabe cada eleitor não deixar-se envolver por estes eventos e candidatos dotados de dons bizarros para conquistar um voto. O importante é não jogar seu voto na lata de lixo, votando em gente insensata, desonestas, ficha suja. Sobretudo tudo devemos sim  votar conscientemente, conhecendo a história do postulante de um cargo eletivo que tenha uma vida pautada pela honestidade e caráter irrepreensível.


Postagens mais visitadas deste blog

Vender cosméticos é excelente opção para derrotar a crise econômica pessoal e familiar.

Alternativas para derrotar a crise econômica.  Nos momentos de crise econômica não se pode permanecer parado. A venda direta de cosméticos ao consumidor é uma ótima opção de renda e ganho rápido. Não adianta permanecer parado em situações de crise econômica que afetam diretamente o núcleo familiar e pessoal, esperando as coisas acontecerem sem partir para uma incisiva ação. Esta atitude não resolverá em absolutamente nada. Pelo contrário provocará desanimo, ansiedade e muitas doenças imagináveis que impedirá de fazer qualquer coisa. Neste momento são necessárias atitudes ousadas, criativas, sobretudo muito esforço visando aumentar a renda mensal.
Melhor do que pensar em fazer empréstimos neste momento para quitar dívidas, somente irá piorar a situação para todos. Ao mesmo tempo entrar numa bola de neve monetária sem fim, para somente enriquecer os bancos e financeiras.

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença um sentimento negativo presente nas relações humanas.

A indiferença presente nos diversos setores da vida.A indiferença um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimentonegativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos.
Podemos perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. No plano social há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos humanos reagirem indiferentemente frente os problemas alheios. No âmbito governamental o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente entre nação dominante em relação à naç…